Categorias
Blog do Ilgo

As traves de volta: sábia decisão

Muita gente estranhou a recolocação das traves no Olímpico. Ouvi cronistas esportivos tendo chilique no ar. “Onde já se viu, fez a despedida do Olímpico, com muita emoção, e agora quer jogar lá de novo”?

O curioso é que os mesmos jornalistas não discursaram com tanto entusiasmo em relação à interrupção da reforma do ‘estádio da Copa’, um problema social, com operários trabalhando sem receber horas extras. Sem contar que a continuar nesse ritmo a reforma do Beira-Rio atrasa e a Copa vai para a Arena.

Qual é o problema em jogar no Olímpico? O estádio é do Grêmio. Além disso, há um fato novo: por ter sido absolutamente incompetente para assegurar uma vaga no grupo da Libertadores o Grêmio teve que mudar muito seu planejamento.

A Libertadores começa mais cedo para os incompetentes. Já os muito incompetentes ficam só de fora secando.

O Grêmio achou melhor antecipar a viagem para o Equador. Com isso, restou pouco tempo para o time se ambientar com a Arena, o tipo de grama, o piso, detalhes que podem fazer a diferença numa decisão.

O Grêmio treinou hoje na Arena. É inegável que o time está mais adaptado ao gramado do Olímpico, ao ambiente da velha morada.

Além do mais, o gramado só vai ficar bom mesmo, se o clima ajudar, daqui a algumas semanas.

Por isso, dependendo do resultado no primeiro jogo, eu aplaudiria a decisão de disputar o segundo jogo no Olímpico.

Em princípio, a recolocação das traves seria para jogos do Gauchão. Duvido que seja só isso.

Se o resultado do primeiro jogo for positivo, que se jogue na Arena o segundo confronto.

Caso contrário, melhor é voltar ao Olímpico. Haverá muito tempo para jogar na Arena.

O que não pode é cair da Libertadores assim de cara, comprometendo todo o ano em termos técnicos e financeiros.

Ah, será um mico, já ouvi dizer. Mas prefiro pagar esse mico do que ser eliminado ouvindo a desculpa que a grama atrapalhou, etc.

O mico de uma eliminação para a LDU terá dimensão digna de um Mazembe.

Quem sabe não é isso que alguns que estão criticando estão querendo?

O TIME

Dida; Tinga, Saimon, Cris e Alex Telles; Fernando, Marco Antonio, Elano e Zé Roberto; Marcelo Moreno e Willian José.

Este é o time que começou o treino na Arena. Pará vai jogar no lugar do jovem Tinga. Alex Telles pelo jeito entra na lateral-esquerda. No meio, a vaga deve ficar com MA, o Eterno. Resta orar para que Souza acerte e possa jogar.

Dida titular. Quero ver como o Marcelo Grohe vai reagir diante dessa injustiça.