Categorias
Blog do Ilgo

As tragédias e o futebol

Se o Grêmio for eliminado pela LDU, quarta-feira, não faltará quem rotule o resultado negativo como  ‘tragédia’, expressão que até já vi e ouvi de gente avaliando como será danoso ao clube ser alijado da Libertadores, sua maior meta na temporada.

Realmente, será péssimo perder. Mas não será trágico. Decididamente, não será trágico.

Tragédia mesmo é que aconteceu na madrugada deste domingo. Dezenas de jovens perderam a vida num local destinado ao lazer, à diversão. Jovens que saíram para se divertir e acabaram perdendo o bem mais precioso, a vida.

Tragédia é isso. Perder um jogo de futebol, por mais importante que seja, está longe de ser algo trágico. Tampouco uma vitória, por mais grandiosa e eloquente, nunca será épica.

Igualmente não haverá nada de heroísmo, de fato, em vitória obtida com sangue, suor e lágrimas. Nem desonra diante de uma queda frente a adversário menor.

Mas o futebol pela dimensão que tomou nas últimas décadas, com os torcedores transformando em guerreiros e heróis os jogadores que só entram em campo se forem remunerados, e em alguns casos muito bem remuneados, se presta a esses exageros, arroubos verbais.

Assim, Dunga está iniciando uma nova ‘era’ no Inter, quando não passa de mais um ciclo em sua trajetória profissional.

Esses excessos são aceitáveis, contribuem para tornar o mundo do futebol mais fascinante e ajudam esse circo que movimenta bilhões de dólares a cada ano a ainda manter uma imagem de pureza e nobreza.

O que não se pode é levar tudo isso ao pé da letra e transformar qualquer derrota ou vitória, por menor ou maior que sejam, como algo pessoal.

Eu, há muito tempo, sei que sob essa imensa lona, não passo de um palhaço, e um palhaço sem graça.

É claro que, apesar dessa consciência, vibro com as vitórias, me emociono e sofro com as derrotas. Nada que mude minha vida, mas são situações que ajudam a torná-la mais animada.

Assim, fico aqui na expectativa desse jogo contra a LDU. É muito importante que o Grêmio e se classifique.

Mas não haverá tragédia alguma se for eliminado.

Tragédia mesmo é esse incêndio absurdo que ceifou a vida de 233 jovens e enlutou dezenas de famílias.

O resto é só futebol.