Categorias
Blog do Ilgo

Leandro na Seleção. Nada mais é impossível.

Felipão se superou. A convocação de Leandro é difícil de entender. A pouco mais de um ano da Copa do Mundo, Felipão faz experiências com jogadores que realmente nada acrescentam. Na lista dos convocados para enfrentar a Bolívia há outras convocações estranhas, absurdas mesmo.

Bem, mas o que mais me impressionou foi Leandro. Uma surpresa semelhante com a que tive quando fui informado de que o Grêmio havia perdido para o Cruzeiro em plena Arena.

Já ouvi e li que Felipão está superado. Passou o tempo dele, assim como o de Luxemburgo. Dois grandes nomes que hoje vivem mais do prestígio conquistado do que propriamente de resultados.

Felipão ainda tem uma vantagem sobre seu velho rival: a conquista da Copa do Brasil de 2012 com um time que acabaria caindo para a segundona.

Luxemburgo não ganha nada há horas.

Fico pensando por que Leandro na Seleção. Leandro foi rejeitado por Luxemburgo, que preferiu ver o guri jogando no Palmeiras a continuar com ele aqui. E ninguém pode criticar Luxemburgo por isso.

Mas aí vem o Felipão e cutuca o Luxa, quase dizendo ‘tu não gosta dele, mas ele é tão bom que eu o convoco para vestir a amarelinha principal’.

É claro que Leandro nem deve entrar no jogo. São seis atacantes convocados.

Mas uma coisa é certa: Leandro ficará muito perto de seu ídolo. Quem não lembra que Leandro, logo que foi lançado e até empolgando muita gente – eu inclusive -, cortou o cabelo ao estilo de Neymar na época. E, coincidência ou não, nunca mais repetiu as atuações iniciais.

Parece que agora Leandro está mais compenetrado e até se destacando no Palmeiras. Mas nunca a ponto de merecer uma convocação.

Bom para Leandro e também para o Grêmio, que vê seu patinho feio valorizado, quase um cisne.

Graças ao Felipão.

Outro aspecto positivo é que a convocação de Leandro prova que nada é impossível no futebol, até mesmo o Luxemburgo acertar a mão de vez e o Marco Antônio driblar um marcador, entrar numa dividida e sujar o calção. Enfim, mostrar ao menos uma vez que merece vestir a camisa tricolor.

LIBERTADORES

Amanhã, Caracas x Huachipato. O que o Luxemburgo não faz comigo? Nem os colorados acreditavam que o Grêmio chegaria na penúltima rodada aflito, fazendo contas e torcendo por um empate entre dois times descartáveis.

A classificação estaria hoje praticamente garantida se o Grêmio tivesse competência para vencer o glorioso Huachipato em casa na primeira rodada. Mas o Grêmio se esforçou, se esforçou muito, muito, e perdeu.

E aí complicou tudo. Depois, outra derrota inaceitável para o Caracas na terra do beisebol.

Agora, resta a obrigação de vencer o Fluminense. Se der empate amanhã, um empate no dia 10 não será péssimo, ‘apenas’ ruim. Se um dos dois coadjuvantes vencer, passará a ser protagonista.

E aí…