Categorias
Blog do Ilgo

Contenção de despesas = fim da picaretagem ?

Vem aí um tempo de contenção de despesas no Grêmio. É o que concluo depois de ler e ouvir manifestações de dirigentes do clube diante do acordo que deu uma melhorada significativa no contrato com a empreiteira.

No futebol, que é o que realmente interessa, contenção de despesas significa mais cuidado nas contratações, investimento nas categorias de base e busca de jovens talentos que despontam por aí.

É claro que sempre haverá dinheiro para uma ou outra grande contratação, mas a aplicação de recursos terá de ser mais criteriosa e precisa.

Essa de aceitar passivamente qualquer indicação do treinador precisa acabar. Quando um técnico sugerir um jogador com histórico importante de lesões – exemplo, Fábio Aurélio -, é preciso que alguém coloque esse profissional em seu devido lugar.

Da mesma forma, se houver indicação de um jogador como Adriano, que não joga há mais de um ano, tem comportamento complicado fora de campo e é portador de uma lesão em região muito delicada, é necessário que o dirigente se imponha.

Não adianta o preparador físico, no caso Paulo Paixão, garantir que coloca o jogador em forma. Em 2002, o Grêmio trouxe Luisão, então também lesionado, tendo o aval do próprio Paixão. Luisão não jogou e o Grêmio se deu mal na Libertadores.

http://www.cornetadorw.blogspot.com.br/2013/06/paulo-paixaoluisaoadrianopaulo-paixao.html

Então, contenção de despesas combina com colocar um freio no treinador, em especial esse que está no Grêmio há mais de um ano acumulando fracassos e que gosta muito de trabalhar com estrelas, mesmo que sejam estrelas em extinção, em detrimento de promessas da casa.

E aí me ocorre o nome de Misael.

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/06/17/misael-e-alvo-de-propostas-e-pode-deixar-o-gremio-para-atuar-regularmente.htm

Pois Misael é melhor que Marco Antônio e Ramiro. Não tenho a menor dúvida disso. O máximo que ele conseguiu sob o descomando de Luxemburgo foi jogar alguns minutos do time B durante o Gauchão.

Ramiro, apesar de sua altura de ponta-direita do passado, já disputou até o Brasileirão. Enquanto isso Misael treina e treina, e só treina.

Contenção de despesas combina com exigir explicações do treinador para determinadas situações.

Está voltando ao clube o meia Pessalli, jogador habilidoso, camisa 10 dos juniores em 2010 e 2011. Douglas o considerava seu sucessor. Esteve na França, sofreu lesão de menisco, e quase não jogou. Será que é difícil dar uma oportunidade para esse jovem promissor? Não, não precisa ser tanto quanto foi para o glorioso Marco Antônio. Mas um pouco de insistência e orientação cairia bem.

Contenção de despesas significa também tratar com mais carinho e cuidado os guris que estão buscando seu espaço, independente de quem sejam os empresários, procuradores, agentes, picaretas, etc.

Se a direção do Grêmio aplicar a contenção de despesas e tudo o que ela representa, com muita seriedade e transparência, o Grêmio estará abrindo caminho para uma nova era de grandes conquistas.

Mesmo que os títulos não venham logo, só o fato de acabar/reduzir a picaretagem já me dá um alento.

Um alento e uma esperança de que tudo pode ser muito melhor. É o que me transmitem, por exemplo, esses movimentos que tomam as ruas em protesto contra os desmandos administrativos, a corrupção e a desfaçatez das autoridades.