Categorias
Blog do Ilgo

Grêmio supera clima tenso e soma 3 pontos

Para um grupo de jogadores que entrou em campo marcado a ferro e fogo como representante do ‘clube mais racista do Brasil’, como rotulou de forma irresponsável a revista Placar, a vitória sobre o Bahia por um chorado 1 a 0, representa uma goleada.

Ainda mais se considerarmos o futebol ruim do time durante quase todo o tempo, consequência talvez do clima pesado criado nos últimos dias. Não faltou sequer a turma do ‘quanto pior, melhor’ para provocar com cantos ofensivos. Se fossem colorados, não fariam melhor para prejudicar ainda mais o Grêmio.

O curioso é que o Grêmio bateu o Bahia, clube do Estado em que há mais negros, embora nunca tenha sido governado por um negro.

Já o Rio Grande do Sul, estado dos alemães e dos gringos, elegeu um negro para governador, um negro, ora vejam só!, gremista, o Alceu Collares, que antes ainda foi prefeito da capital gaúcha. Quer dizer, o clube ‘racista’ deu um governador negro para o RS, um dos primeiros, ou o primeiro, do Brasil.

Relevante, ainda, é o fato de que a vitória gremista foi sobre o Bahia, que há poucos dias aplicou 2 a 0 no Inter em pleno Beira-Rio.

O importante é que o Grêmio num momento de muita tensão. Como lembrou o zagueiro Rodolpho, o Grêmio foi muito bem tecnicamente contra o Santos, mas perdeu. Contra o Bahia, foi mal, mas venceu. E no futebol o que interessa é vencer, somar os pontos para crescer na tabela de classificação.

Quem, como eu, assistiu também a Inter 1 x 0 Palmeiras, jogo cometido sábado em SP, o fim de semana em termos de espetáculo futebolístico foi de lascar.

Mas assim como o Grêmio o Inter venceu e segue na ponta de cima da tabela, zona da qual o Grêmio se aproxima. Aos trancos e barrancos, mas se aproxima.

Vamos ver o que os doutos da justiça desportiva vão fazer para impedir esse avanço.

Em relação ao deplorável episódio de racismo, o Grêmio fez o que tinha de fazer. De resto, não existe como controlar 30 mil pessoas torcendo enlouquecidamente num estádio de futebol.

Cabe punir aqueles que cometeram os atos racistas.

O Grêmio, se querem saber, já foi por demais punido só por ter seu nome ligado a esse tipo de situação. Mas deve seguir atuando forte contra vândalos e racistas.

ATUAÇÃO

Esse lateral Matias precisa mostrar mais para substituir Pará. Mesmo com poucas partidas, tem 3 cartões amarelos. A zaga melhorou. Zé Roberto foi um dos poucos que escapou da mediocridade técnica que foi o jogo.

No meio de campo, Ramiro incansável na proteção e no combate. Giuliano foi mal no primeiro tempo, melhorou no segundo. Foi dele a jogada do gol. Alán Ruiz continua devendo, embora tenha lances de bom jogador. Matheus Biteco entrou muito bem no jogo e acredito que será mantido.

Na frente, Barcos  foi o se de sempre, mas estava atento no lance em que Dudu tocou a bola para marcar o gol. Se Barcos não aparece talvez o goleiro se recuperasse.

Portanto, mais 3 pontos na conta de Barcos.