Categorias
Blog do Ilgo

Início preocupante da Dupla

Não vi e não gostei. Não vi o glorioso empate do Grêmio por 1 a 1 com o Cascaval. Muita chuva e campo ruim.

Fora isso, um time em formação, absolutamente inconfiável. Como se não bastasse, Barcos de titular. Ainda. Então, saí de casa.

Vou deixar pra me irritar em jogos oficiais. Irritação em jogo amistoso é demais.

Minha cota para janeiro se esgotou com o time junior ou sub-19.

Agora, quem pagou ingresso e foi ao jogo em Cascavel não suportou. Havia oito mil gremistas no estádio. Lá pelas tantas, início do segundo tempo, saem Douglas e Barcos.

Adivinhe: vaias para os dois. Previsível, infelizmente. O torcedor não perdoa, principalmente quem paga ingresso e sofre com a chuva intensa. Alguém precisa pagar. Sobrou para os dois veteranos, medalhões enferrujados de baixa cotação até no Brique da Redenção.

Tudo indica que a salvação está mesmo nos pés da gurizada. Se eles não corresponderem, até a conquista do Gauchão pode ser uma façanha épica.

O melhor da tarde é que, apesar das péssimas condições do campo e do desentrosamento, Luan, Lucas Coelho, autor do gol de empate, e Araújo foram bem, os melhores pelo que ouvi dos comentaristas.

É fato que não podemos ser muito rigorosos neste momento de preparação física e técnica.

Mas também não podemos deixar de registrar que o início é preocupante.

Os problemas do ano passado persistem. Coincidência ou não, persiste Barcos.

INTER

Se o Grêmio ‘primo pobre’ vai cambaleante rumo ao Gauchão, o Inter ‘primo rico’ não vai melhor. Perdeu ao natural para o Shakhtar, teve dois jogadores expulsos. Seu elenco de jogadores caros perdeu mesmo jogando em casa. O time ucraniano conseguiu assim sua única vitória nesse giro pelo país.

Já tem gente com a barba de molho, recuando no ufanismo. Houve até que já via o Inter campeão da Libertadores.

Nada como 90 minutos de futebol para abalar teses.