Notícias

Grêmio vibra com desempenho de Everton na seleção brasileira

O Grêmio começa a se preparar para o que parece inevitável: a saída de Everton do clube. O jogador ainda não recebeu propostas, nem o clube, mas não há como negar que a permanência do jogador no clube gaúcho é cada vez mais difícil. O desempenho de Everton na seleção brasileira tem deixado o clube extremamente satisfeito. A cada drible, chute e gol, o ‘valor’ de Everton aumenta e o meia-atacante tem demonstrado belas participações nos jogos recentes da seleção.

Na recente prorrogação de contrato, o Grêmio colocou multa rescisória de 80 milhões de Euros, mas o clube gaúcho pode pedir metade desse valor (40 milhões de Euros) como sua parte no negócio para liberar o atleta a outro clube.

A vaga de titular na seleção tem ajudado a estratégia do Grêmio. Antes, Everton era um mero suplente de Neymar, mas com a contusão de Neymar (e também seus problemas extra-campo), Everton entrou e deu conta do recado, tornando-se xodó da torcida e um dos jogadores mais comentados na imprensa esportiva nacional.

O vice de futebol do Grêmio, Duda Kroeff, disse que houve apenas sondagens, mas nada muito quente. Alertou também que se houvesse uma proposta semelhante ao do Barcelona pelo Arthur, o Grêmio seria meio que obrigado a liberar o atleta. Arthur, que também está na seleção, trocou o Grêmio pelo time espanhol ano passado, sendo pagos 30 milhões de Euros ao Grêmio, com a liberação do atleta somente para dezembro. Mas o clube catalão quis antecipar a ida do atleta e pagou uma diferença para que Arthur fosse ao Barcelona antes.

No caso de Everton, não só o Grêmio tem participação nos direitos do atleta. O Fortaleza também, bem como o empresário de Everton e Celso Rigo, investidor parceiro do clube gaúcho. O Grêmio tentou em 2008 aumentar a participação nos direitos do atleta junto ao Fortaleza, mas o clube cearense não aceitou a proposta.

Fonte: UOL Esporte.

Fechar