Notícias

Montoya engrossa a lista de estrangeiros que passam em branco pelo Grêmio

O jogador Montoya não deverá seguir no Grêmio. Ele espera um acerto entre o Racing, da Argentina e o Cruz Azul do México. Aos 25 anos, Montoya é mais um dos estrangeiros que “não vingaram” no Grêmio. Até o momento, o jogador esteve em campo em 12 jogos e marcou somente dois gols pelo time gaúcho. A saída de Montoya ocorre com entendimento de ambos os lados, já que o jogador quer jogar com regularidade e o Grêmio não vê possibilidade disso ocorrer no time gaúcho.

Veja alguns exemplos da lista de estrangeiros que não deram muito certo no Grêmio:

– “La Gata” Fernandez: pediu para ir embora, tendo sido contratado em março de 2017. Chegou ao Grêmio com a promessa de experiência e qualidade na criação e ataque. Mas disse que não recebeu muitas oportunidades e acertou sua saída para o Estudiantes, da Argentina.

– Equatorianos: Miller Bolaños chegou em fevereiro de 2016 e sofreu uma fratura no rosto no Gre-Nal. Depois tentou voltar mas suas atuações não convenceram o técnico Renato Portaluppi. Acabou sendo negociado para um clube mexicano. Em 2017, Michael Arroyo chegou ao Grêmio, mas jogou poucas partidas e saiu em janeiro de 2018.

– Cristian Rodriguez: jogou menos de 90 minutos. O jogador foi bastante festejado, com festa no aeroporto e da torcida. O meia uruguaio foi contratado em março de 2015, apresentou repetidos problemas e sua rescisão aconteceu dois meses depois, com menos de 90 minutos em campo.

– Apostas de outros países sul-americanos: ocorreram insucessos com atletas das categorias de base ou apostas. Em 2012, Maxi Rodriguez teve o apreço da torcida, mas ficou no banco de reservas. Acabou saindo do clube anos mais tarde. O mesmo aconteceu com o atacante Facundo Bertoglio, que embora tivesse muito apoio, jamais se firmou na equipe, atuando no Brasil em 2012 e 2013. O mesmo aconteceu com Robertino Cavavesio, zagueiro para as categorias de base, o argentino nunca foi peça importante no elenco principal. O peruano Beto da Silva também não teve representatividade, defendendo o Grêmio em 2017.

– Outros jogadores: Escudero (hoje no Cuiabá-MT, atuou em 2011), Matias Rodriguez (esteve no Grêmio em 2014 e 2015), Miralles (2011 e 2012) e Braian (centroavante, do Chile, hoje no Juventude, esteve no Grêmio em 2015 e 2016. Todos esses jogadores passaram “em branco” pelo Grêmio).

Fonte: UOL Esporte.

Fechar