Torcedora nega ter xingado ou agredido gremista após Gre-Nal

A torcedora do Internacional flagrada em imagens empurrando e xingando uma mulher que estava segurando a camisa do Grêmio, estando acompanhada de uma criança, após o clássico no último sábado (dia 20), negou ter agredido ou ofendido a torcedora gremista.

Na tarde de hoje, a torcida foi ouvida na 20a. Delegacia de Polícia Civil de Porto Alegre. O delegado responsável pelo caso, Miguel Mendes Ribeiro Neto, informou que a torcedora que aparece nas imagens negou qualquer agressão física ou palavras ofensivas contra a gremista. Ela foi confrontada com as imagens. Outras três pessoas também prestaram depoimento: um segurança do Internacional, mas na condição de testemunha e um conselheiro do Internacional.

Amanhã, dia 23, espera-se que outros dois dos 10 intimados deverão prestar depoimentos. Sempre há presença das imagens para confrontar as afirmações feitas.

A Polícia Civil adiantou que já é possível com base no relato da vítima e testemunhas, um enquadramento da torcedora do Internacional no artigo 41-B do Estatuto do Torcedor, que afirma sobre “promoção da violência e ofensas de natureza pessoal”. A pena é detenção de um a dois anos ou pagamento de multa.

Fonte: UOL Esporte.