Grêmio marca quase que 50% dos gols de bola parada nos últimos 5 jogos

Cobranças de escanteio e faltas têm sido fundamentais para que o time gaúcho consiga superar dificuldades sobretudo na Arena

Embora seja uma equipa caracterizada por toque de bola, o Grêmio descobriu um novo caminho para superar dificuldades nas partidas na Arena: cobranças de falta e escanteios, ou seja, a bola parada tem aliviado muito para o tricolor.

Os gols pelo alto saíram contra Libertad e no empate contra a Chapecoense e os números comprovam porque essas jogadas têm sido importantes no atual momento do time. Nos últimos cinco jogos, o Grêmio marcou 9 gols, sendo que 4 tiveram origem em bola parada, totalizando 44,4% do total.

No jogo da Libertadores, os gols de Tardelli e David Braz surgiram de lances de bola parada, escanteio e falta, respectivamente. Contra a Chapecoense, no empate de 3 a 3, Tardelli e Geromel também marcaram da mesma forma.

Os gols de bola parada resultaram na vantagem em mata-mata e em um empate no Brasileirão, no qual se não fosse por isso, o resultado poderia ter sido muito pior, uma vez que o time catarinense encontrou espaço na defesa gremista para empatar o jogo duas vezes e até passar à frente no placar.

A bola parada torna-se ainda mais importante porque os autores dos gols no fundamento, David Braz e Tardelli, fora Luan que fez a assistência para o atacante, devem estar todos em campo contra o Flamengo pelo Brasileirão. Renato Gaúcho deve escalar os reservar e poupar os titulares para o jogo contra o Athletico-PR,. válido pela Copa do Brasil, na próxima semana.

Fonte: GloboEsporte.com