Categorias
Blog do Ilgo

Athleticanaço cala a torcida colorada no Beira-Rio

Chopp aguado e morno nesta noite no Beira-Rio. O Athlético PR entrou de furão na festa colorada, venceu por 2 a 1, conquistou seu primeiro título de Copa do Brasil e, de quebra, mandou o Inter de volta para a fila de 27 anos sem uma conquista nacional.

Depois do Mazembaço, o Athleticanaço. Com todo o respeito ao time paranaense, compenetrado e competente, mas um clube cantado e prosa e verso como imbatível em seu estádio não pode deixar escapar um título dessa dimensão perante quase 50 mil torcedores.

De quebra, o Inter deixa de ganhar 52 milhões de reais, dinheiro que fará falta para fechar as contas do ano.

Agora, foi muito justo o resultado. No primeiro tempo, amplo domínio colorado, com o Atlético acuado demais, acadelado, talvez assustado com o ambiente e a disposição colorada para marcar seu gol. Muita pressão, mas pouca organização e falta de qualidade nos acabamentos. Esse Patrick, que saiu no intervalo, errou meia dúzia de passes, e teve que o elogiou.

No segundo tempo, o Atlético mostrou sua verdadeira cara. Avançou sua marcação, passou a tocar a bola e praticamente dominou o meio de campo.

Foi aí que ficou visível a mão do treinador. Tiago Nunes faz um trabalho excepcional. Mesmo que perdesse o título, o que era mais provável, quase certo na verdade, Tiago ascenderia alguns degraus, credenciando-se a novos voos, novos desafios.

Sem dúvida, Tiago é candidato a treinar o Grêmio caso Renato decida ir embora no final do ano. Ele armou um time competitivo com jogadores que foram catados aqui e ali, alguns desprezados por outros clubes, e alguns jovens promissores.

Destaque para o gol de Cittadini no primeiro tempo em meio à pressão vermelha e numa rara escapada. Destaque maior ainda para Marcelo Cirino, que fez a jogada mais bonita e surpreendente do jogo, ao livrar-se de Edenilson e Sobis (os dois ficaram parados olhando o acabamento da jogada). A bola caiu nos pés de Rony, que antes havia perdido grande chance para matar a partida. Dessa vez, ele não perdoou.

Parabéns ao Atlético pela bela campanha. Seu técnico e seus jogadores saem muito valorizados da competição.

Parabéns também o árbitro Wilton Sampaio. Não sei se a pressão das redes sociais ajudou, mas a atuação dele foi impecável.