Categorias
Blog do Ilgo

Grêmio reage no segundo tempo e dá esperança para a volta

O Grêmio teve um primeiro tempo decepcionante, um filme de terror. Os minutos demoravam a passar. Eu só queria que o time conseguisse ir para o vestiário com o 0 a 0, confiando que Renato saberia ajustar o time, equilibrando o duelo que até ali era vencido pelo português Jorge Jesus.

Quem diria que num jogo decisivo o Flamengo teria três gols anulados pela arbitragem, em especial pelo VAR? E todos corretamente anulados. Esse dado reflete a superioridade geral do Flamengo na partida, apesar da reação tricolor no segundo tempo.

O fato é que o Flamengo fez mais que o Grêmio para merecer a vitória.

O time sentiu demais a falta de Geromel e também do lateral Leonardo. O lado direito da defesa gremista, o mais frágil, foi explorado pelo Flamengo, mostrando que o técnico português pra bobo não serve, pelo contrário.

O gol do Flamengo foi justamente em cima, quase que literalmente, de Galhardo. Mas não vi falha do lateral, e sim mérito do atacante Bruno Henrique, bem mais alto. Quem falhou, a meu ver, foi o goleiro Paulo Victor, que teve todo o tempo do mundo para dar alguns passos à frente, ficando em condições de disputar a jogada com o jogador adversário.

Renato começou a arrumar o time quando colocou em campo o capitão Maicon para dar mais qualidade na saída de bola e nas bolas enfiadas. Maicon teve uma chance, e a aproveitou, o que resultou no gol de empate.

Pepê puxou contra-ataque e foi aparecer na área para concluir cruzamento/chute de Éverton, após uma bola milimétrica de Maicon, que já se escalou para o jogo da volta. Espero que Geromel também compareça.

Entre os pontos negativos do time, destaco dois: ressuscitação de André. Não é possível que Renato insista nesse jogador.

Segundo, Éverton, por tudo o que joga e representa, ficou devendo. Nas poucas bolas em que esteve no mano a mano com a marcação, ou perdeu a bola ou optou pela comodidade do passe para o lado ou para trás.

O melhor da noite: o segundo tempo de Luan. Ele puxou e comandou o time, que antes de fazer o gol, teve duas grandes oportunidades, em chutes de Éverton e Matheus Henrique. O goleiro salvou com duas grandes defesas, principalmente a primeira, quando Éverton entrou livre após uma metida do Luan dos velhos tempos.

Acredito na classificação, mas o Grêmio terá de jogar bem mais do que jogou nesta noite na Arena.

Os gols anulados aqui talvez tivessem sido confirmados no Maracanã. Espero que no jogo da volta o árbitro seja tão firme e competente quanto o argentino Néstor Pitana.

Mas o que eu realmente quero é que o Grêmio imponha seu futebol e mostre quem realmente joga o melhor futebol do país.