Notícias

Brasil vence México de virada e é campeão da Copa do Mundo Sub-17

A campanha do Brasil na Copa do Mundo Sub-17 foi impecável.

Com 7 vitórias em 7 jogos, a equipe se tornou a campeã do torneio, vencendo o México na final por 2 a 1.

Assim como na partida contra a França, não faltou emoção para os torcedores que estavam presentes no Estádio Bezerrão, em Brasília.

Com a vitória, o Brasil chega ao tetracampeonato mundial na categoria e volta ao lugar mais alto do pódio 16 anos depois da última conquista, em 2003.

Você confere um resumo da partida e a cobertura da festa dos meninos do Brasil.

Brasil pressiona mas acaba a primeira etapa sem gols

brasil-méxico-cbf
Foto: CBF Futebol

O clima no Bezerrão era de absoluta festa. Mais de 11 mil torcedores estavam presentes no estádio esperando um grande resultado da nossa seleção.

A final, no entanto, começou morna. Os dois times estavam tensos e se estudavam nos primeiros 10 minutos. A primeira boa chance veio apenas aos 13′, quando Gabriel Veron recebeu bola de Yan Couto, mas chutou a bola por cima.

Aos 16′, uma nova chance, agora com mais perigo. Kaio Jorge faz bela jogada pelo lado esquerdo e encontra Peglow livre na entrada da área. O camisa 10 chuta e a bola vai direto no travessão, gerando grande perigo aos mexicanos.

Um minuto depois, Patryck faz bela tabela com Peglow. O lateral avança e recebe na entrada da área, chutando fraco nas mãos do goleiro do México.

Aos 22′, mais pressão do Brasil. Em bela jogada individual, Veron consegue chegar próximo ao gol para finalizar. A bola passa à direita do gol mexicano e assusta novamente.

Dois minutos depois, é a vez do México de assustar. Em cobrança de falta, Álvarez cruza na área, mas a bola passa por toda a defesa e sai raspando a trave do goleiro Mateus Donelli.

Aos 28′, Patryck faz cruzamento da esquerda, a bola chega em Veron que tenta o chute mas não consegue fazê-lo com precisão. O goleiro mexicano defende com tranquilidade.

Aos 44′, novamente o Brasil no ataque. Gabriel Veron, de novo, faz bela jogada individual. O jogador dribla o marcador mexicano, entra na área e chuta. A bola para na defesa adversária e vai para escanteio.

As equipes vão para o intervalo com um empate sem gols.

Segundo tempo tem emoção e virada brasileira com gol decisivo de Lázaro

brasil-sub-17-méxico
Foto: CBF Futebol

As equipes voltaram do intervalo precisando do resultado para serem campeãs.

Dessa forma, a etapa final começou agitada. Logo no primeiro minuto, Martinez fez lançamento para a área. Luna tentou emplacar o chute de primeira, mas a bola acabou saindo para fora.

Um minuto depois, vem o Brasil em resposta. Em roubada de bola no ataque, a bola acaba sobrando para Kaio Jorge que chuta de fora da área. O goleiro mexicano consegue fazer a defesa em dois tempos.

Aos 6′, o Brasil continua a pressionar. Em jogada pela esquerda, Peglow chega à linha de fundo e cruza. Kaio Jorge, de primeira, chuta por cima do gol do México.

Aos 13′, a nossa seleção chega novamente. Patryck faz jogada pela esquerda e arrisca em direção à meta mexicana. O goleiro adversário faz ótima defesa, espalmando para longe.

A pressão do Brasil continua aos 16′. Em ótima jogada do Brasil, Peglow fica com a bola dentro da área. O meio-campo chuta para o gol, mas a bola passa na rede pelo lado de fora. Segue 0 a 0.

Aos 20′, no entanto, o susto. Em jogada de Pizzuto pela esquerda, González sobe mais que a defesa brasileira e cabeceia para o chão. A bola passa por Mateus Donelli e morre no fundo do gol. O México abre o placar na grande decisão, 1 a 0.

O Brasil, que pressionava até então e finalizava mais, perde um pouco do ritmo, mas recupera logo em seguida. Aos 28′, Veron faz jogada com Lázaro. O atacante bate em direção ao gol, mas a bola passa por cima.

Aos 35′, mais Brasil. Em nova jogada de Lázaro, o jogador chuta dentro da área mas a bola bate na zaga e sobra para Daniel Cabral. O volante arrisca e acerta o travessão. A bola ainda sobra para Veron que cabeceia por cima da meta mexicana.

Aos 38′, a esperança ressurge. Veron é derrubado dentro da área e, após consulta do VAR, é apontado pênalti para a seleção brasileira. Kaio Jorge cobra no cantinho direito do gol mexicano e empata a partida, 1 a 1.

O gol deu um novo gás para os meninos. Aos 40′, a virada quase se concretiza. Yan Couto faz jogada pela direita e cruza na área. Kaio Jorge tenta dividir com o goleiro e a bola vai em direção ao gol, mas a zaga afasta o perigo.

Nos acréscimos, a virada histórica. Novamente, Yan Couto faz jogada pelo lado direito e cruza. Lázaro, assim como na semifinal contra a França, chuta de primeira em direção ao gol mexicano. A bola morre no fundo das redes e o campeonato mundial fica na nossa casa. Brasil 2 x 1 México.

O Brasil acaba com o histórico de freguesia contra os mexicanos nas divisões de base e é tetracampeão do mundo na categoria Sub-17.

O Grêmio foi fundamental para essa conquista. O time, com dois titulares na equipe tetracampeã, é um dos clubes que mais cede jogadores para as divisões de base da seleção brasileira de futebol.

Parabéns, meninos!

Botão Voltar ao topo