Categorias
Blog do Ilgo

A próstata e Luan

Volto a escrever depois de pausa para retirada de uma próstata gigante, 254 gramas, dia 26 de novembro. Segundo os médicos, a maior já vista no hospital. O normal, o aceitável, seria algo em torno de 40 gramas (quem quiser eu mando foto para provar).

Quero sublinhar que foram dias de muita dor, mas nada que um gremista forjado nos anos de chumbo, a década de 70, não possa suportar. Felizmente, tive um atendimento especial, de qualidade, e de muita compreensão e generosidade.

Mas jamais esquecerei a dor lancinante na hora em que os curativos sobre meus pelos foram retirados. Tampouco os golpes de injeção de tudo que é tipo, em especial a coleta de sangue no dorso da mão – esta eu não conhecia.

Resisti bravamente às investidas de injeções na minha querida barriguinha, que saiu de lá invicta.

Há também as situações constrangedoras como os banhos controlados e, principalmente, a troca de curativos na região da genitália, que nunca vi tão exposta. Percebi um olhar penalizado e solidário da enfermeira na hora da limpeza do bilau, que se encolheu covardemente ao ser manuseado.

Pior que isso só a goleada diante do Flamengo.

LUAN

Sobre futebol.

Luan deveria ser considerado patrimônio gremista. Então, se é para negociar nosso maior craque desde o sujeito aquele pelas condições que tenho lido e ouvido, melhor ficar com ele até o final do contrato, dezembro de 2010.

Se vai jogar ou não, é outra questão. Tem esse problema sério da fascite plantar. Se ele não consegue jogar aqui, não irá conseguir no Corinthians ou em qualquer lugar.

Li que o clube paulista teria oferecido 5 milhões mais um jogador. Se é assim, considero uma ofensa, inclusive ao Luan, o craque as Américas.

Ou Luan sai num negócio muito bom para o Grêmio, ou fica e cumpre o seu contrato até o final.

O clube precisa defender seus interesses e o interesse da torcida. Assim, Luan só pode sair numa negociação minimamente digna, à altura de sua qualidade e grandeza.

Luan não pode ser tratado como uma próstata que nos atormenta e que ao ser retirada vai para o lixo.

SETOR DE MANIPULAÇÃO

Jhonata Robert, 20 anos, que vi jogar na COPA RS, dois dias atrás, é diferenciado. Fez dois gols de craque.

Este é um que pode sair direto para os profissionais. Sem passar pelo Setor de Manipulação.

Com as aulas do professor Portaluppi só tende a evoluir.

AGRADECIMENTO

Aos chapistas, urubulinos e assemelhados, meu muito obrigado pelo apoio.