Notícias

Diego Tardelli e André não continuam no Grêmio em 2020

Diego Tardelli e André Felipe são mais dois nomes que não jogarão com a camisa do Grêmio na próxima temporada.

Conforme apurado pelo site globoesporte.com, os jogadores não fazem mais parte dos planos da equipe gaúcha para o ano que vem. Quem declarou isso foi o próprio presidente gremista, Romildo Bolzan Junior.

O mandatário do clube afirmou em entrevista à Rádio Gaúcha que a hostilidade dos torcedores contra os atletas fez com que a diretoria repensasse a permanência de ambos, e criticou a forma “desumana” que as críticas são feitas contra os jogadores.

– É praticamente desumano o que acontece com o jogador (Rômulo). É uma pessoa fantástica. As redes sociais não têm o direito de destruir reputações, carreiras e trazem um ambiente totalmente indigno. Não vejo situação de permanência do Rômulo justamente por essas reações – afirmou Romildo.

Em um primeiro, ele estava se referindo à Rômulo, volante que pode renovar com a equipe tricolor mas teve uma temporada abaixo do esperado em 2019. Logo depois, ele complementou falando sobre André e Tardelli e assumindo a saída de ambos.

Sobre André:

– Todo discurso que valeu pelo Rômulo, vale para o André. Ele também tem que dar um passo na carreira, e não é mais aqui. Não tem mais ambiente de trabalho. Pode fazer uma temporada boa, mas a partir da segunda, terceira partida que não fizer, vai acontecer isso. Não podemos deixar que o jogador passe o ano inteiro aqui sangrando, com dificuldade de desempenhar. (…)

Sobre Tardelli:

– Tardelli tem uma situação muito parecida e manifestou o interesse de sair. Não é uma situação nova para nós, mas claramente foi manifestada. A gente já se prepara para não tê-lo no mesmo sistema de todos os outros (Rômulo e André). Não tem proposta, mas tem consultas. As soluções serão encontradas a partir do que vier – completou o mandatário.

Tardelli e André foram investimentos caros, mas não renderam como o esperado

tardelli-e-andré-foram-investimentos-caros
Reprodução/Twitter

Dois jogadores campeões da Copa Conmebol Libertadores e cobiçados pelos principais times do Brasil. André e Diego Tardelli chegaram como grandes investimentos da equipe gremista. Em 2018, a diretoria desembolsou 10 milhões de reais em André, sendo a maior quantia dos 19 milhões investidos naquele ano. Tardelli, no entanto, veio a custo zero, mesmo sendo a maior contratação da temporada do Imortal.

O que poderia ser uma oportunidade de mercado, entretanto, se tornou um problema durante o ano. Os dois atacantes não renderam o esperado e ficaram bem longe das expectativas da torcida. Apenas no fim de 2019, nas rodadas finais do Campeonato Brasileiro, Tardelli ainda chegou a atuar como titular, mas passou longe de ser protagonista, marcando poucos gols e tendo a menor participação entre os quatro homens de frente que terminaram a temporada como titulares.

Outro que foi contratado para ser a solução do ataque em 2019 foi Felipe Vizeu. O atacante também não terá seu empréstimo renovado junto Udinese, fazendo com que o Grêmio tenha que ir ao mercado para buscar um novo atacante. Desde a saída de Jael, a equipe sofre com a busca de um camisa 9. Luciano, que tem características de centroavante, é quem mais tem chegado perto de ocupar essa posição.

Mesmo com a ausência de um centroavante de qualidade, a equipe do Grêmio chegou aos 100 gols em 2019. Para 2020, no entanto, é necessária a contratação de um homem para a posição. Com muitas competições a serem disputadas e um longo calendário, ter peças no elenco são necessárias para tornar o time mais competitivo. A diretoria, mesmo propondo uma folha salarial menor para o ano que vem, vai procurar peças para ter um elenco melhor composto.

Adquirir jogadores de qualidade comprovada e que ainda possam render é necessário para isso.

Confira também:

Fechar