Campeonato GaúchoNotícias

Grêmio bate o rival por 1 a 0 e está na decisão do primeiro turno do Gauchão

Estrela de Diego Souza brilha no Beira-Rio 13 anos depois

Foi sofrido, mas o Grêmio venceu o clássico contra o Internacional, e se classificou para as finais do primeiro turno do Campeonato Gaúcho. Treze anos depois, Diego Souza novamente decide um clássico no Beira-Rio.

O jogo teve altos e baixos das duas equipes. No entanto, o rival ficou sem uma de suas peças do meio-campo no começo da segunda etapa e, jogando com um a menos durante todo o restante da partida, ficou exposto.

O tricolor bem que tentava, mas não conseguia aproveitar os espaços dados pelo colorado. Mas no final, uma jogada resolveu a partida e colocou o Imortal na decisão.

Com a vitória, Renato Portaluppi chega a um recorde pessoal em sua carreira. São seis Gre-Nais sem perder para os rivais, batendo sua maior marca, que era de cinco jogos.

Confira agora um resumo completo da vitória do Grêmio diante do Internacional.

Clássico é pegado até o fim, mas Grêmio sai com a vitória nos minutos finais

grêmio-vence-clássico-pegado
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Existiam altas expectativas de ambos os lados para esse Gre-Nal. Do lado colorado, os comandados do treinador Eduardo Coudet desejavam continuar com a boa fase da equipe. Do lado gremista, existe a vontade de corrigir os erros e mostrar o bom futebol das últimas temporadas. Isso, como sempre, gera um jogo muito disputado.

E a partida começou dessa forma. Desde o primeiro minuto, ambos os times buscavam o ataque. O Inter chegou primeiro, colocando a bola na linha de fundo e ganhando um escanteio com 3 minutos de jogo. D’Alessandro cruzou, mas a bola passou por todo mundo e sobrou para Cebolinha, que em contra-ataque, deixou Alisson na cara do gol. O atacante, porém, passou errado, e Cuesta tirou.

Com 7 minutos da etapa inicial, era o Grêmio quem mandava no jogo. E isso logo surtiu efeito, em uma nova jogada de perigo. Alisson recebeu a bola próximo ao ataque e passou de letra para Diego Souza. O centroavante entrou na área e ficou cara a cara com Marcelo Lomba. Na hora de finalizar, o camisa 29 chutou para fora, desperdiçando uma chance preciosa de abrir o placar no clássico.

O jogo ficou morno após a chance de Diego Souza. As próximas oportunidades vieram apenas após os 20 minutos, ambas do Inter. Com 20, Cortez erra a bola e perde a disputa com Boschilia. A bola sobra para D’Alessandro, que quase faz de cobertura, mas estava impedido. Aos 23, o camisa 10 colorado faz bela jogada, se livra de Lucas Silva e cruza na área. Paolo Guerrero vence no alto, mas cabeceia para fora.

A partida, após as duas chances do rival, voltou a ficar pegado. Apenas no fim do primeiro tempo, a chama do Gre-Nal reacendeu. Com 37 minutos, Diego Souza recebeu e fez o pivô, girando em cima do zagueiro. Ele invade a área e cruza com precisão para Everton, que empurra para o fundo das redes, abrindo o placar no Beira-Rio. O árbitro, no entanto, anula o gol, alegando impedimento de Diego Souza.

E, antes do fim da etapa inicial, ainda teve tempo para uma expulsão. Alisson lança a bola para frente, afastando da zaga, mas Diego Souza consegue girar e ganhar a disputa com Musto. O volante colorado, para conseguir alcançá-lo, puxa a sua camisa. O árbitro Jean Pierre Lima assinala falta do jogador, e como ele já tinha o cartão amarelo, ganha o segundo e é expulso do jogo.

Dois minutos depois, o Grêmio chegou de novo. Em jogada pela lateral-esquerda, Cortez avançou pela linha de fundo e cruzou para trás. Everton, ele de novo, marcou mais um gol para o Grêmio. O árbitro, no entanto, marcou novo impedimento. Aos 51, D’Alessandro faz jogada ensaiada e cruza rasteiro para Guerrero, que chuta mal por cima do gol. As equipes vão para o intervalo com zero a zero no placar.

O segundo tempo começou um pouco mais lento que o primeiro, e quem tomou a iniciativa no início da etapa final foi o Inter. Com 8 minutos, Edenilson apareceu no meio para receber. Estando de frente para o gol, o volante colorado arriscou uma pancada. Vanderlei, com segurança, espalma para escanteio. Na cobrança, D’Alessandro tenta colocar na cabeça de Bruno Fuchs, que erra, e Everton fica com a sobra.

Aos 11 minutos, teve mais Inter. Moisés faz tabela com D’Alessandro e cruza para Edenilson. O volante chuta, a bola bate em Matheus Henrique e vai para escanteio. Na cobrança, o experiente camisa 10 do colorado cruza na cabeça do zagueiro Víctor Cuesta. O argentino consegue concluir, mas a bola vai para fora, tirando tinta da trave gremista.

Com 15 minutos, mais Inter de novo. Boschilia recebe a bola no meio-campo e avança. O camisa 21 tenta de fora da área, mas a bola vai para fora, passando próximo a meta de Vanderlei. Um minuto depois, o revide do Grêmio. Victor Ferraz faz jogada pelo lado direito e cruza para a área. Thiago Neves aparece para fazer o cabeceio, e a bola bate na trave de Marcelo Lomba, quase o primeiro!

Aos 20 minutos da etapa complementar, D’Alessandro corta o marcador e arrisca de fora da área. A bola sai tirando tinta da meta gremista, novamente. Após o lance, no entanto, o jogo esfria durante todo o restante da segunda etapa. Nenhuma das equipes conseguia um ataque frutífero para fazer o gol. O Inter tentava sair com a bola no pé, e quando perdia, o Grêmio não se acertava nos contra-ataques.

E o jogo foi assim até os acréscimos, quando as coisas voltaram a se agitar. Com 46 minutos da etapa final, Cebolinha recebe a bola do lado esquerdo, se livra do marcador e cruza para dentro da área. Diego Souza surge no meio da pequena área, e pulando mais alto que os zagueiros, cabeceia no canto direito de Marcelo Lomba, abrindo o placar no Beira-Rio, 1 a 0!

O Inter ainda tentou revidar e levar a partida para os pênaltis. Fazendo a clássica pressão nos momentos finais da partida, o time colorado veio com tudo. Aos 49, Víctor Cuesta fez jogada pelo lado esquerdo, se livrou dos marcadores e cruzou na área. Paolo Guerrero cabeceou para o gol, mas Vanderlei fez uma defesa incrível à queima-roupa, e contou com a ajuda das traves para manter o resultado.

Fim de partida, 1 a 0 para o Imortal. O Grêmio se classifica para a final do primeiro turno do Gauchão, elimina o rival Inter, e pode conquistar o primeiro título da temporada na próxima semana. Agora, a equipe aguarda o vencedor do confronto entre Caxias e Ypiranga, que decidirão a outra vaga para a final, na tarde de amanhã.

Diego Souza vive um momento especial com a camisa tricolor. É a terceira partida em que o jogador consegue sair com um gol, fazendo em todos os jogos que participou até agora. Depois de treze anos, o camisa 29 decidiu novamente um Gre-Nal, novamente fazendo o gol do jogo. Por enquanto, o centroavante faz uma temporada acima das expectativas.

Renato Gaúcho também é outro que viveu um dia de glória. Já são seis jogos sem perder para o Inter, sendo apenas três derrotas nos últimos dezenove jogos. Mais uma vez, o treinador pode encurtar a distância do tricolor para o tricampeonato gaúcho. Basta vencer a final de semana que vem, e a equipe estará garantida na decisão do Estadual.

everton-tem-dois-gols-anulados-pelo-grêmio-no-gre-nal
Cebolinha comemora a vitória diante do rival – Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Confira também:

Fechar