Campeonato GaúchoNotícias

Grêmio já pensa no jogo de estreia da Libertadores

Comissão técnica planeja poupar titulares no segundo turno do Campeonato Gaúcho

O Grêmio está na final do primeiro turno do Campeonato Gaúcho, após vencer o rival Internacional em uma partida memorável, no último sábado (15). Seu adversário será o Caxias, que bateu a equipe do Ypiranga.

Caso vença o confronto no Estádio Centenário, o tricolor terá o passaporte direto para as finais do Campeonato Gaúcho, que acontecerão no final de março e começo do mês de abril. Isso, dessa forma, poderá abrir um precedente para a comissão técnica.

Durante a disputa do segundo turno do Gauchão, o tricolor terá a estreia na fase de grupos da Copa Libertadores, diante do America de Cali, fora de casa. Com isso, a presença dos titulares na competição estadual deve ser reduzida.

Em março, serão sete partidas, incluindo três da competição continental e um clássico, contra o Inter. Sendo assim, o treinador Renato Portaluppi e sua comissão técnica já planejam um rodízio, mas isso dependerá da vitória na final do turno.

— Agora falo porque comecei com a equipe principal. Se o Grêmio ganhar o turno, está na final do campeonato. O segundo turno será desgastante para todo mundo. É uma vantagem muito grande. O Grêmio está na final. Se o Grêmio conquistar, pode ter certeza que o segundo turno será mais tumultuado, jogos da Libertadores e desgaste muito grande — afirmou Renato, em entrevista coletiva após a vitória diante do Inter.

O planejamento original do Grêmio para a temporada tinha a utilização dos jogadores da equipe de aspirantes nos primeiros jogos da equipe. No entanto, isso foi alterado para que os titulares tivessem mais tempo para se entrosarem e encontrar a melhor condição física.

Renato torce por Inter no grupo do Grêmio na Libertadores por questão de logística

renato-torce-para-inter-no-grupo-do-grêmio-na-libertadores
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

A coletiva do treinador Renato Portaluppi envolveu outros assuntos além somente da disputa do Gauchão. No que tange a fase de grupos das Libertadores, o eterno camisa 7 foi perguntado sobre a preferência entre Inter ou Tolima para ser um dos adversários de sua chave na competição. O técnico afirmou que um confronto entre brasileiros valoriza o futebol nacional, mas a questão logística também ajuda na preferência.

— Falei aos jogadores do Inter no final do jogo. Disse que torço pra eles. Valoriza o futebol gaúcho e o brasileiro. Infelizmente tivemos o Corinthians fora. Rivalidade existe, mas não é porque somos rivais que torço contra. Até porque o Inter valoriza o futebol brasileiro, mais dois Gre-Nais e o Grêmio teria uma viagem a menos. Viagem a Colômbia é longe. Quanto mais o grupo descansado, melhor – disse Renato.

Mas, para chegar à chave do Grêmio, o rival deve vencer seu confronto na última fase de repescagem da competição. O seu adversário, o Tolima, não tem tradição no torneio, mas já eliminou times brasileiros nessa fase, como o Corinthians em 2011. Renato reiterou que ter um time grande valoriza o campeonato, e que o Inter, assim com o tricolor, possui tradição.

– Inter é grande, Grêmio é grande. Que venha o Inter. Não tem essa de torcer contra, isso fica para a torcida, que tem a rivalidade. Eu tenho que pensar o melhor para o Grêmio, que é fazer uma viagem a menos – completou.

Enquanto o rival tem esses desafios no começo da temporada, o tricolor nada à braçadas para ter um mês de folga na competição estadual. Para isso acontecer, basta vencer o Caxias, no próximo sábado, fora de casa. Com isso, a próxima partida importante da equipe no Gauchão seria apenas a final do estadual, que será em abril. E os titulares poderiam focar apenas na disputa da Libertadores, o maior desejo do clube para a temporada.

Confira também:

Fechar