Categorias
Blog do Ilgo

Renato entre os cinco melhores técnicos do mundo

Não sou muito ligado em ranking disso ou daquilo. Mesmo quando favorecem minhas teses e confirmam alguma opinião que eu tenha dado. Mas tem um ranking aí que faço questão de ampliar sua divulgação porque, interesseiramente, vem ao encontro do que falei e escrevi há uns três anos.

Sem mais delongas para não tomar o tempo de quem leu até aqui, o que venho defendendo faz tempo é que o melhor técnico de futebol em atividade no Brasil é Renato Portaluppi.

Antes que me agridam nas redes sociais e nos comentários abaixo, faço uma ressalva.Jorge Jesus superou Renato nos últimos seis meses. Não vou nem discutir ou comparar a qualidade dos jogadores à disposição de Renato e do técnico português, que realmente merece todos os elogios. Time por time, JJ está melhor abastecido que Renato. E isso pesa no desempenho de qualquer treinador.

Por exemplo, será que Renato tiraria mais leite da pedreira instalada no Beira-Rio que o técnico argentino? Não acredito. Não canso de repetir, treinador é importante, mas ter um grupo qualificado é fundamental para quem ambiciona grandes títulos.

O que me leva a tocar nesse assunto, além de estar satisfazendo meu lado provocativo, é esse ranking divulgado por um site argentino (World Rankings) que coloca Renato em quinto lugar no mundo, no planeta.

Ah, superando o JJ, que decolou recentemente e a continuar assim vai subir na tabela Veja o ranking atual:

Jürgen Klopp (Liverpool), Marcelo Galhardo (River Plate), Pep Guardiola (Manchester City), Maurizio Sarri (Juventus), Renato Portaluppi (Grêmio), Jorge Jesus (Flamengo), Thomas Tuchel (PSG), Tuca Ferretti (Tigres), Fábio Cannavaro (Seleção da China) e Diego Simeone (Atlético de Madrid).

É pra matar gremistas rançosos, colorados invejosos e boa parte dos analistas da mídia, entre os quais uns que não perdem a chance de alfinetar Renato.

Renato, ‘um simples motivador e entregador de camiseta’, segundo alguns rabugentos, é o único brasileiro nesta lista.

Nada como fatos para desmentir teses.