Campeonato GaúchoNotícias

Renato fala em “correr atrás do prejuízo” após derrota para o Caxias

Tricolor ficou com o vice-campeonato do primeiro turno da competição

O Grêmio sofreu uma importante derrota na tarde de ontem, na final do primeiro turno do Campeonato Gaúcho. Renato Potaluppi e seus comandados não conseguiram furar o bloqueio dos donos da casa, e acabaram perdendo o confronto por 1 a 0.

Com o mal resultado, a comissão técnica do tricolor terá de se virar. Com uma maratona de 7 jogos em 27 dias, o elenco deve sofrer com o desgaste de duas competições (Libertadores e Gauchão), tendo que conseguir bons resultados em ambas.

O treinador falou sobre a derrota, em entrevista coletiva após a partida no Estádio Centenário. Renato reconheceu a situação ruim, mas declarou que o Grêmio é capaz de reverter esse momento de incertezas.

– Ficou complicado, mas o Grêmio é grande, disputa todas as competições e entra para ganhar. Tem que buscar o segundo turno. Poderíamos ter encurtado esse caminho, foi um dos temas na preleção. Agora temos o segundo turno, perdemos a batalha, não a guerra. E tem a Libertadores também. Agora é correr atrás do prejuízo – afirmou.

O ídolo gremista também foi perguntado sobre a arbitragem da partida. Na segunda etapa, Everton e Diego Souza foram derrubados dentro da área, mas Leandro Vuaden deu sequência em ambas as jogadas. Renato afirmou que, caso fosse o árbitro do jogo, marcaria o pênalti no primeiro lance, o de Cebolinha.

– Por falar no Everton, considero o Vuaden um dos melhores do Brasil. Ninguém vai me perguntar? Eu vi o lance no vestiário e foi pênalti. Tinha VAR. Em momento algum procurou a bola. A pergunta que gostaria de escutar é porque o Vuaden não foi ver o lance. Tem que acabar com a mania do cara do vídeo decidir o que é. Tem que ir lá ver. Devia ter visto o lance. E foi pênalti. Se fosse ver, ia dar o pênalti – explicou.

Portaluppi terá a difícil missão de conciliar duas competições durante os próximos dois meses. No Gauchão, precisa ser campeão do returno para chegar a grande final. Já na Libertadores, a equipe terá as três primeiras partidas da fase de grupos no mês de março, começando fora de casa no dia 3, contra o America de Cali, da Colômbia.

Vanderlei segue discurso de Renato de que o Grêmio pode se recuperar no Gauchão

vanderlei-segue-discurso-de-renato
Vanderlei foi o melhor gremista em campo – Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Mesmo com a derrota para o Caxias, a atuação de Vanderlei foi elogiada por comentaristas e torcedores. O experiente goleiro evitou o gol dos adversários em algumas oportunidades, e precisou de uma bola desviada para ser vencido. No fim do jogo, ele foi abordado pelos repórteres à beira do campo. Assim como Renato, ele se mostrou confiante sobre uma reação do tricolor na competição.

– (Temos que) Jogar mais, criar mais. Acho que, por ser uma final, criamos muito pouco. Tivemos muita dificuldade, a equipe do Caxias lá atrás, muito bem postada e acabamos tomando gol em um bate rebate. Complicado, lamentar. Ninguém tem que ficar aqui se culpando, falando coisa. Temos que sentar, ver o que erramos e vencer o segundo turno. Depois disputar a final e sermos campeões – declarou.

De acordo com o site globoesporte.com, o jogador teve a melhor atuação do Grêmio na decisão. O portal avaliou com a nota 7 o seu desempenho, devido a sua segurança debaixo das traves, além de ter evitado uma derrota elástica diante do Falcão Grená. Se um time começa por um bom goleiro, Vanderlei vem se mostrando uma boa peça para a posição.

Agora, o Grêmio terá de correr atrás do prejuízo no Campeonato Gaúcho. No segundo turno, a equipe enfrentará os times da chave oposta. Sendo assim, serão seis jogos para decidir os classificados para as semifinais da segunda parte do torneio. O desafio começa no próximo dia 29, quando a equipe enfrenta o Juventude, na Arena, às 19h.

Confira também:

Fechar