Campeonato GaúchoNotícias

Renato comenta sobre a atuação dos reservas diante do Juventude

Treinador afirmou que atuação foi diferente do que contra o Caxias

Após a partida contra o Juventude, o treinador Renato Portaluppi concedeu entrevista coletiva. Durante toda a atuação da equipe do Grêmio, o ídolo gremista esteve vestindo uma camisa com a frase “Obrigado, Espinosa”, em homenagem ao ex-jogador e treinador do clube, campeão da America e do Mundo em 1983 com o tricolor.

Mesmo com o confronto contra o America de Cali, pela estreia da Taça Libertadores, na próxima terça-feira, o treinador mandou a campo Vanderlei, Pedro Geromel, Maicon, Lucas Silva, Alisson e Diego Souza. E a atuação dos titulares foi fundamental para que o Grêmio saísse com a vitória na manhã desse sábado (29).

A partida acabou se tornando um ensaio geral para a partida na Colômbia. Após a derrota para o Caxias, na decisão do primeiro turno do Gauchão, o desempenho da equipe foi contestado pela torcida. De acordo com o técnico, responder com um bom resultado foi positivo para o ânimo da equipe.

– Tivemos uma atitude diferente do jogo contra o Caxias. Estivemos bem melhores. Construímos o resultado ainda no primeiro tempo. Deu para o gasto. Tivemos muitas oportunidades, o placar poderia ser até maior, mas foi bom. O resultado nos dá tranquilidade ao jogo da Libertadores – afirmou.

“Tenho um grupo, não uma equipe” afirma Renato sobre rodízio no time

renato-comenta-sobre-rodízio-no-grêmio
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Com duas competições pela frente em março, além de sete partidas no calendário do mês, Renato e a comissão técnica gremista tiveram que poupar alguns titulares, dando oportunidades para novas peças mostrarem seu potencial. Orejuela, Caio Henrique e Thiago Neves estavam no onze inicial, e puderam exibir seu futebol para a torcida tricolor.

Outros, como Geromel, titular absoluto na equipe de Renato Gaúcho, precisam de ritmo para jogos decisivos, e por isso foram utilizados. De acordo com o treinador, o que ele tem em mãos é um elenco, e não uma equipe. Por isso, jogadores aparecerão e terão espaço para mostrar seu potencial.

– Tenho um grupo, não uma equipe. Dou oportunidade a todos e quem se escala é o jogador. Foram bem, mas ainda estão longe do que podem oferecer devido ao ritmo de jogo e também ao forte calor. O time foi modificado e não tem o entrosamento. Eles foram bem. As oportunidades são dadas. Temos duas competições e há espaço a todos. Dou oportunidade e o jogador precisa mostrar – completou.

Líder do Grupo B, o Grêmio agora foca seus esforços para a disputa da Libertadores. Na terça-feira, entra o America de Cali, na Colômbia. Depois disso, terá quatro dias de descanso, e voltará seus olhares para o Gauchão novamente, onde enfrentará o Pelotas no próximo domingo, às 16h, no Estádio Boca do Lobo.

Confira também:

Fechar