Com gol de Pepê, Grêmio vence Pelotas fora de casa

A partida entre Grêmio e Pelotas servia como preparação para os reservas da equipe, que precisam de condicionamento para serem boas reposições nos jogos decisivos da equipe. Dos sete embates que o tricolor terá no mês, esse foi apenas o segundo, que ainda terá dois Gre-Nais pelo caminho.

E o time não poderia começar melhor a partida fora de casa. Com apenas 2 minutos de jogo, Darlan fez lançamento para a frente e encontrou Pepê livre. O atacante avançou, invadiu a área e, cara a cara com o goleiro Douglas, conseguiu colocar a bola no fundo das redes, abrindo o placar para o tricolor. 1 a 0!

Depois do primeiro gol, a partida continuou intensa. Um minuto depois, Felipe Guedes carregou a bola no meio-campo e arriscou de longe. Paulo Victor não tentou alcançar e ficou assistindo a bola bater no travessão, assustando o Grêmio. Aos 6, o tricolor revidou, novamente com Pepê. O atacante tentou colocar na área, mas o zagueiro Pedrão conseguiu botar a bola para escanteio.

O jogo, no entanto, ficou morno após o início forte. Apenas aos 22, a partida voltou a ter uma ação com um lance polêmico. Em lateral cobrado para a área, o atacante Hugo Sanches recebeu, dominou e teve uma dividida com Rodrigues. A zaga afastou após o lance, mas os jogadores do Pelotas pediram pênalti. O árbitro Lucas Horn mandou o jogo seguir.

Aos 35, o Pelotas veio de novo. Em falta cobrada por Hugo Sanches, a bola vem perigosa em direção ao gol, e Paulo Victor tem que fazer defesa no susto. O Grêmio revidou no contra-ataque, que terminou com Patrick recebendo dentro da área. O meia acabou finalizando em cima do goleiro.

Pra finalizar o primeiro tempo, mais uma vez Paulo Victor foi exigido. Aos 44, nova falta cobrada por Hugo Sanches. Dessa vez, a bola foi alçada na área. Tadeu conseguiu desviar no meio do caminho, e tentou encobrir o goleiro, que se esforçou para espalmar para escanteio, garantindo a vitória momentânea no intervalo.

O segundo começou da mesma forma que o primeiro. O Grêmio chegou forte ao ataque, e logo aos três minutos deixou o time do Pelotas em perigo. Em chute rasteiro de Thiago Neves, Luciano acaba dominando sem querer e tenta encobrir Douglas. O bandeira, no entanto, já marcava o impedimento.

E o jogo passou mais de 20 minutos sem chances. O Grêmio reclamou de pênalti em um lance de Luciano, quando o atacante dividiu com o Pedrão, mas assim como no primeiro tempo o árbitro mandou seguir a jogada. Patrick tentou um chute logo depois, mas a bola foi fraca em direção ao gol.

Aos 35, o Pelotas chegou com Tadeu. O atacante recebeu a bola de Hugo Sanches e chutou cruzado. Antes que o perigo fosse maior, Paulo Miranda conseguiu interceptar. Um minuto depois, Juliano passou para Tadeu, que fez o pivô e tocou para Wallacer. O meia arriscou o chute, mas a bola foi para fora, sem perigo para Paulo Victor.

Depois do lance, nenhuma jogada de perigo aconteceu. Com 50 minutos, o árbitro Lucas Horn encerrou a partida. Segunda vitória do Grêmio no returno, o que garante a liderança do Grupo B, empatado com o São José, que vence no saldo de gols. Agora, todos os olhos estarão voltados para o Gre-Nal, pela segunda rodada da Libertadores, na próxima quinta-feira, na Arena.

Confira também: