Notícias

Caso Ferreira: relação entre jogador e clube está abalada, entenda

Ação movida pelo jogador na Justiça estremeceu as negociações com o Grêmio

As negociações entre o Grêmio e o meia-atacante Ferreira parecem estar ainda mais difíceis. Após a ação movida pelo atleta na Justiça do Trabalho, onde o jogador pediu uma liminar para romper seu contrato com o clube, além de uma indenização de R$ 70 mil, a relação ficou abalada.

No último domingo (8), após a vitória diante do Pelotas, pela segunda rodada do returno do Campeonato Gaúcho, o vice-presidente de futebol do clube, Pedro Luz, concedeu entrevista aos repórteres no Estádio Boca do Lobo. O dirigente foi perguntado sobre a situação, e afirmou que delegou a questão sobre o jogador ao departamento jurídico do clube.

Pedro Luz também deixou claro qual a sua posição sobre o assunto. De acordo com o mandatário, a escolha de Ferreira em envolver o Judiciário nas negociações fez com que qualquer possibilidade de negociação entre o Grêmio e o jogador fossem descartadas. Além disso, declarou que as conversas com o empresário do atleta, Pablo Bueno, estão encerradas.

– Cada um escolhe seu caminho, tem liberdade para fazê-lo. O procurador do Ferreira e o próprio escolheram o caminho de judiciar o processo. No momento que esse processo está judiciado, o Grêmio não fala mais desse assunto. O Grêmio vai se manifestar nos autos do processo – disse Luz sobre Ferreira.

Confira também:

Fechar