Uncategorized

Com oito expulsos, Gre-Nal das Americas termina empatado em 0 a 0

Jogo teve confusão no fim e poucas chances reais de gol

O primeiro Gre-Nal disputado na Copa Libertadores acabou com empate. O jogo, válido pela segunda rodada da fase de grupos da competição, foi marcado pelas poucas chances de gol e cenas lamentáveis dentro de campo. A partida acabou com oito expulsos, após confusão entre os atletas dos dois clubes.

As equipes criaram poucos momentos de perigo na primeira etapa, onde sobrou vontade e faltou criatividade. No segundo tempo, o jogo esquentou, e a temperatura chegou nas alturas após um lance entre Pepê e Moises, onde uma confusão generalizada tomou conta da partida, onde até a polícia militar teve de ser acionada.

No final, os times saíram com o empate no placar e um ponto na tabela. Com isso, nada muda no Grupo E da competição. A dupla Gre-Nal lidera a chave, ambos com 4 pontos, com um gol a mais no saldo de gol para os colorados. Mas, os times agora veem o América de Cali, que derrotou o Universidad Católica por 1 a 0, encostar.

Confira um resumo de como foi a partida.

Gre-Nal das Américas pouco criativo e com muita confusão termina empatado

gre-nal-das-américas-pouco-criativo-e-com-muita-confusão
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Pegado. Essa foi a tônica do primeiro tempo do Gre-Nal. Logo com três minutos, jogadores das duas equipes já faziam voltas em torno do árbitro, além de trocarem provocações. O jogo prometia ser mais quente que normalmente costuma ser.

Um minuto depois, a primeira chance de perigo da partida. Alisson cobra escanteio na área e Geromel aparece subindo mais que todo mundo. Marcelo Lomba se estica todo e consegue evitar o gol gremista.

O primeiro revide do Inter veio aos 12 minutos. Boschilia cobrou escanteio e a defesa tricolor afastou. Edenilson consegue pegar o rebote, e de fora da área arrisca para o gol, exigindo grande defesa de Vanderlei pelo alto.

A etapa inicial seguiu sem grandes oportunidades, mas com muitos cartões amarelos. Entre os 12 e os 32 minutos, nenhuma chance de gol foi criada, mas duas advertências foram distribuídas, uma para David Braz e outra para Marcos Guilherme.

Aos 32, Boschilia teve mais uma chance para o rival. O meia foi acionado por Guerrero, e dentro da área teve a oportunidade de abrir o placar, mas chutou por cima do goleiro gremista.

Antes do primeiro tempo ser encerrado, mas três cartões amarelos foram dados para jogadores da dupla Gre-Nal, mostrando que os times poderiam acabar com menos atletas que iniciaram o jogo.

A etapa final começou com um problema para o Grêmio. Maicon sentiu a coxa e saiu lesionado da partida. Renato Portaluppi surpreendeu e chamou Jean Pyerre para substituí-lo, para a felicidade dos mais de 50 mil tricolores na Arena.

Aos 15 minutos, Edenilson aciona Paolo Guerrero na área gremista. O atacante domina e chuta em cima de Vanderlei, mas consegue marcar no rebote. A arbitragem, no entanto, assinala impedimento do peruano.

Aos 18, Jean Pyerre perde a oportunidade de abrir o placar para o Grêmio. O meio-campo arrisca um chute do meio da rua, e Marcelo Lomba tem que fazer uma defesa em dois tempos. Everton ainda tenta pegar o rebote, mas o goleiro pega firme.

O Grêmio pressionou após esse lance, mas o Inter quem chegou com perigo. Aos 23, Geromel afastou o perigo criado pelo rival, mas Moises pegou o rebote e passou para Edenilson, que arriscou e acertou a trave tricolor.

Um minuto depois, o Grêmio revidou com Pepê. O guri gremista avançou e fez fila na defesa colorada, saindo livre para o chute. Marcelo Lomba conseguiu novamente fazer a defesa e manter a partida empatada.

Aos 34, mais uma bola na trave do Inter. Guerrero acionou Boschilia, e o meia arriscou de fora da área. A bola foi mais uma vez na trave da meta tricolor, assuntando os donos da casa.

Com 38, o Grêmio respondeu. Bruno Fuchs errou na saída de bola e entregou a bola no pé de Cebolinha. O atacante encontrou Luciano que tentou encobrir o goleiro, mas a bola foi para fora. Quase o primeiro do Imortal.

Depois do lance do camisa 9 tricolor, a partida tomou contornos dramáticos. Uma confusão na lateral do campo tirou oito jogadores da partida, sendo quatro de cada lado. O jogo ficou paralisado por mais de 10 minutos, voltando apenas aos 50.

Com 54 do segundo tempo, o Grêmio teve a chance de sair vencedor do Gre-Nal das Américas. Geromel recebeu um passe de Victor Ferraz e arriscou para o gol. A bola tinha endereço certo, mas foi para fora.

Aos 59, isso mesmo, 59 minutos do segundo tempo, o tricolor ainda teve a derradeira chance. Ferraz novamente fez a jogada, acionando dessa vez Lucas Silva. O volante soltou a bomba e acertou o travessão de Lomba, perdendo a chance da vitória.

Com 60 minutos, a arbitragem encerrou a partida. O primeiro Gre-Nal das Américas termina empatado em 0 a 0, e as equipes agora aguardam as próximas decisões da Conmebol para saber quando será o retorno da Libertadores.

O próximo compromisso do tricolor será pelo Campeonato Gaúcho. No domingo, a equipe enfrentará o São Luiz, às 11 da manhã, na Arena, pela terceira rodada do returno.

Confira também:

Fechar