NotíciasLibertadores

Renato lamenta confusão no Gre-Nal das Américas

"Estão errados os dois times" afirmou o treinador

Após o fim do primeiro Gre-Nal das Américas, o treinador Renato Portaluppi concedeu entrevista coletiva. Mesmo com uma partida disputada, as respostas que os jornalistas aguardavam do técnico gremistas eram sobre a briga generalizada em que os atletas dos times se envolveram próximo ao fim do jogo.

A confusão começou aos 40 minutos da etapa final, quando Moises, lateral-esquerdo do Inter, e Pepê, atacante do tricolor, se estranharam próximo ao banco de reservas. Os jogadores e comissão técnica tentaram evitar a briga, mas acabou gerando uma pancadaria generalizada, com oito expulsos e dez minutos de paralisação da partida.

Renato criticou a confusão causada pelos jogadores de Grêmio e Inter. O treinador afirmou que não irá livrar a cara dos seus atletas, pois ambos estão errados, o que é uma vergonha para o futebol e para os espectadores, que assistiam um Gre-Nal disputado e de qualidade até ali.

– Independente de quem começou a confusão, não vou livrar a cara dos meus jogadores. Estão errados os dois times, foi uma vergonha. Tava sendo um Gre-Nal muito bem disputado com as duas equipes procurando vencer, o que alegra os torcedores. Começou a confusão e foi uma vergonha – afirmou.

“O Grêmio teve mais chutes a gol” afirmou Renato

renato-diz-que-grêmio-teve-mais-chances-na-partida
Foto: Eduardo Moura/globoesporte.com

Para o confronto entre Grêmio e Inter, Renato optou por uma escalação mais conservadora, utilizando três volantes no meio-campo e liberando os laterais para atacar. O esquema tático funcionou durante todo o primeiro tempo, onde a equipe conseguiu chegar ao ataque com perigo.

Na segunda etapa, porém, o Inter é quem pressionou mais, e quase chegou ao gol em duas oportunidades, com duas bolas na trave. Para o treinador, no entanto, foi o tricolor quem teve mais chances de sair com a vitória. De acordo com Renato, apenas na etapa complementar a equipe sofreu com o ataque colorado, mas que o Grêmio teve mais chances de gol.

– Houve uma superioridade do Inter no segundo tempo quando a gente adotou um esquema um pouco diferente e deu um pouco a mais de espaço. Quase pagamos por isso. Não fomos muito felizes com esse posicionamento do Everton. Depois voltamos ao normal e passamos a ter mais oportunidades – declarou.

Com o resultado, Grêmio e Inter seguem na liderança do Grupo E da Libertadores, com 4 pontos cada um. Com a paralisação da competição por conta do surto de coronavírus, o tricolor terá apenas compromissos do Campeonato Gaúcho nos próximos dias. Isso poderá auxiliar Renato a dar mais entrosamento aos titulares ou maior condicionamento aos reservas.

Confira também:

Fechar