Notícias

Victor Ferraz explica como se prepara para os clássicos

Jogador disputou primeiro Gre-Nal da sua carreira em 2020

Victor Ferraz foi o primeiro reforço anunciado em 2020 pelo Grêmio, e a falta de nomes para a posição fez com que o jogador se tornasse referência na lateral-direita logo nas suas primeiras partidas. Em treze disputadas pelo tricolor na temporada, ele esteve presente em nove.

O camisa 2, que começou sua carreira no São José, também de Porto Alegre, em 2008, voltou a cidade doze anos depois para um novo desafio. Agora, ele veste a camisa de um dos maiores clubes do Brasil, após passagens por Coritiba, Santos e também pela Seleção Brasileira.

A necessidade de adaptação e o ambiente nos vestiários do clube fez com que o jogador rapidamente se integrasse. A proposta de jogo imposta por Renato Portaluppi e sua comissão técnica também auxiliaram nessa adaptação. Perguntado pelo globoesporte.com sobre já se sentir em casa, o lateral deu uma resposta afirmativa.

– Eu acho que sim. O pessoal é muito gente boa. É uma comissão que já trabalha junto há muito tempo. Eles têm uma ligação muito forte. Então, a quem chega, basta se adaptar rapidamente. São pessoas que já ganharam aqui no clube e continuam com uma vontade muito grande de continuar ganhando. Conhecem o caminho das vitórias – declarou Ferraz.

“Na concentração, leio” afirma Ferraz sobre preparação em dias de jogos

Em 2020, Ferraz fez seu primeiro Gre-Nal da carreira. Com 31 anos, o lateral atuou na vitória diante do co-irmão por 1 a 0, com gol de Diego Souza nos acréscimos. Ele reconheceu que o clássico é diferente dos demais, e a expectativa pela partida pode mexer com os brios de um jogador. Por isso, ele reforça a sua concentração durante a semana dos jogos, colocando seus pensamentos em outros assuntos.

– Eu tenho um jeito bem particular antes desses jogos importantes, excluindo essa parte de imprensa, rede social. Acho que um jogo que já mexe muito com o jogador. Se você ficar entrando muito na pilha, pode atrapalhar. Outros jogadores podem ter outra maneira de se preparar. Eu prefiro ficar mais junto da minha família. Na concentração, leio. Sou leitor assíduo da Bíblia, a palavra de Deus. Vejo série, tento colocar minha mente em outras coisas para ficar com a mente bem fresca na hora do jogo – explicou.

O lateral, assim como o restante do elenco, segue em isolamento social recomendado pelo Ministério da Saúde e demais órgãos especializados, devido à pandemia de coronavírus. As competições, por enquanto, seguem paralisadas. O Grêmio concedeu férias coletivas de 20 dias para atletas, comissão técnica e profissionais do departamento de futebol do profissional e transição, a partir do dia 1º de abril.

Confira também:

Fechar