NotíciasLibertadores

Conmebol divulga vídeo em que jogadores do tricolor falam sobre Renato

Treinador foi responsável pela reconquista da América em 2017

Renato Portaluppi é uma lenda dentro e fora dos gramados brasileiros. Campeão da Libertadores como jogador e treinador do Grêmio, ele eternizou sua carreira com grandes atuações, polêmicas e carinho dos companheiros. Desde 2016 no tricolor, ele foi responsável pela reconquista da América em 2017, além de ser o técnico mais longevo à frente de um clube no Brasil.

No Imortal, Renato é um símbolo de conquista, e foi eternizado na entrada da Arena do Grêmio com uma estátua que completou um ano na semana passada. Nessa semana, mais uma homenagem: o perfil oficial da Conmebol publicou um vídeo em suas redes sociais com jogadores do tricolor falando como o veem.

Confira alguns dos depoimentos dos jogadores sobre Renato Portaluppi

A entidade sul-americana convidou os jogadores de maior destaque dentro do elenco gremista no início da temporada para falar sobre o treinador, incluindo as novas contratações Diego Souza e Thiago Neves. O último foi vice-campeão da competição continental ao lado de Renato em 2008, pelo Fluminense.

– Já tinha trabalhado com Renato em 2008, no Fluminense. Óbvio que vir para o Grêmio teve o apoio dele. Me sinto em casa, já conheci vários jogadores. Então, não só pra mim, mas para todo mundo é importante ter um cara parceiro. Ele cobra no momento que tem que cobrar, mas é importante para o jogador ter esse parceiro – declarou o camisa 10.

– O dia a dia dele é muito tranquilo. Apesar de ser um paizão, cobra muito. Está sempre tentando melhorar, aperfeiçoando a todo momento – colocou Diego Souza.

Também falaram dois jovens jogadores que evoluíram nas mãos do treinador: Everton e Matheus Henrique. Os dois receberam oportunidades de Renato quando estavam no time de transição e possuem uma trajetória de sucesso no profissional do tricolor, recebendo oportunidades na Seleção Brasileira Sub-23 e principal.

– Foi campeão quando jogador e treinador também, então ele passa experiência. Estar ali do lado do campo é importante nos jogos. Por ele ser vitorioso, passa esse espírito competitivo. Tiramos as experiências que ele teve como jogador, mas como treinador também – explicou Everton

– Ele tem muita leitura de jogo. O principal: sabe lidar com a gente, com o grupo – lembrou Matheus Henrique.

Os líderes do elenco também foram convidados a falar sobre a importância do treinador. A dupla de zaga Kannemann e Geromel, essenciais nas conquistas do tricolor desde o seu retorno, em 2016 lembraram da importância da gestão de elenco e de seus conhecimentos táticos. Maicon, capitão na final da Copa do Brasil falou de sua experiência.

– Trabalho com ele já faz uns três ou quatro anos. Todo mundo fala dessa parte motivacional, que ele consegue motivar o time por período longo, é verdade. Mas pouca gente fala do conhecimento técnico e tático que tem – Pedro Geromel.

– Ele foi jogador. Sabe tudo o que o jogador faz e o que deixa de fazer dentro e fora do campo. Acho que dá um plus nas condições de técnico que ele tem. No dia a dia se trabalha forte, mas também tenta curtir o treinamento – Kannemann.

– A cada dia que passa, o Renato nos ensina mais, até pela experiência dele. A gente só tem a ganhar com isso e esperamos que ele possa continuar muito tempo no comando do time – Maicon.

Renato segue em isolamento social junto de sua família, no Rio de Janeiro. Ele e os demais membros do elenco, comissão técnica e departamento de futebol terão férias a partir do dia 1º de abril. Confira o vídeo completo do tributo dos jogadores ao treinador e ídolo gremista:

Confira também:

Fechar