NotíciasMercado

Everton é monitorado por clubes europeus durante a parada

Borussia Dortmund e Everton mantêm contato com estafe do atleta

Apesar da paralisação do futebol por conta da pandemia de coronavírus, o atacante Everton segue gerando interesse de clubes do exterior. De acordo com o globoesporte.com, o Everton, da Inglaterra, e o Borussia Dortmund, da Alemanha, mantêm contato com o estafe do atleta e demonstraram seguir de perto a situação do atleta.

O interesse do clubes inglês pelo atacante existe desde o início da temporada, quando as negociações não avançaram antes do fim da janela de transferências. O próprio treinador da equipe, Carlo Ancelotti, manifestou que deseja contar com Cebolinha. Já o Borussia decidiu avançar nas negociações durante a paralisação, mesmo com o mercado fechado.

Everton pode ser negociado por valores abaixo da sua multa recisória

No atual elenco do Grêmio, Everton é o ativo de maior valor entre todos os jogadores. Numa situação normal, o clube criaria uma maior dificuldade para a sua saída. No segundo semestre de 2019, Cebolinha teve ofertas do Milan, da Itália, e Beijing Guoan, da China. O primeiro teve sua oferta considerada baixa e o segundo tentou um empréstimo com opção de compra. O tricolor recusou ambas.

Dessa vez, com a crise causada pela paralisação do futebol, é possível que os valores sejam reconsiderados. O clube contava com a venda de jogadores para obter superávit em suas contas. Em entrevista à RBS, o Presidente Romildo Bolzan Júnior admitiu que o Grêmio readequará seu orçamento, mas que não sabe se o patamar das vendas realizadas durante a próxima janela serão os mesmos de hoje.

— O Grêmio já fez quase R$ 40 milhões com venda de jogadores esse ano. O Grêmio também já trabalhou isso. O Grêmio vai readequar o seu orçamento. Não vai ficar com o mesmo orçamento. Claro que terão outras medidas que vão compensar essas janelas, eu creio que essas janelas serão esticadas por conta da imprevisibilidade que ficou o futebol mundial. Nessas situações, a gente acredita que poderá acontecer algum negócio, mas não serão os que normalmente acontecem. Não sei se os patamares serão os mesmos, não sei o que irá acontecer. Se acontecer algum negócio, está imponderável — destacou Romildo.

Com a paralisação do futebol por tempo indeterminado, o Grêmio calcula que perderá até R$ 25 milhões do orçamento esperado para 2020. Dessa forma, a venda de jogadores torna-se inevitável para a recuperação do fluxo de caixa do clube. Não se sabe, no entanto, quando as janelas serão reabertas no mundo, nem quando os campeonatos retornarão. Everton tem contrato até 2023 e sua multa rescisória é de 120 milhões de euros (R$ 680 milhões pela cotação atual).

Confira também:

Fechar