Notícias

Orejuela mantém rotina de treinos mesmo no isolamento

Lateral tenta alcançar a titularidade do tricolor quando retornarem às competições

Recém-chegado ao Grêmio, o lateral-direito Orejuela ainda não teve muitas chances de mostrar o seu futebol. Emprestado pelo Cruzeiro, após uma boa temporada em 2019, o jogador escolheu o tricolor por ser um time vencedor, onde teria espaço e poderia se destacar numa posição carente no esquema do treinador Renato Portaluppi.

No entanto, o jogador desembarcou em Porto Alegre após o início das competições, e Victor Ferraz já ocupava a titularidade da posição. Com o experiente lateral sendo um homem de confiança de Renato, Orejuela ainda não conseguiu minutos uma quantidade relevante de minutos com a camisa tricolor. O colombiano teve apenas 4 oportunidades de entrar em campo até aqui.

Orejuela contratou personal trainer para manter a forma durante a pandemia

Seus planos para o futuro, no entanto, não ficam apenas no banco de reservas. Com a paralisação das competições por conta da pandemia do novo coronavírus, os jogadores do Grêmio foram colocados em férias até o próximo dia 30. Orejuela, desejando retornar ao tricolor em forma e ter mais oportunidades, segue uma rotina de treinos com um personal trainer durante o recesso.

Mesmo com a possibilidade de haver uma pré-temporada para os elencos após o fim da paralisação, o lateral segue se preparando, como recomenda o departamento médico e a comissão técnica do clube. Por meio de sua assessoria, Orejuela publicou um vídeo onde mostra o seu treinamento, onde corre, dá saltos, faz agachamentos, levanta peso e até simula situações de jogo.

– Como não temos uma previsão de retorno, sigo os cuidados que me foram passados e os trabalhos orientados pela comissão técnica do clube. Espero que o retorno seja breve, mas sabemos que é um momento delicado e precisamos ser responsáveis e tomar todas as precauções – publicou a assessoria do lateral.

Orejuela tem planos ambiciosos para a sequência da carreira. O jovem lateral completou no último mês de março, um ano da sua primeira convocação para a seleção colombiana. Seu desejo é de continuar na lista dos Cafeteros, mas, para isso, precisa estar constantemente em campo. Seu maior sonho é chegar na próxima Copa do Mundo, em 2022, com o seu país.

Confira também:

Fechar