Notícias

Grêmio adia pagamento de parcela de empréstimo de Caio Henrique

Clube chegou a acerto com Atlético de Madrid

Por conta da pandemia de coronavírus, o Grêmio tenta adotar medidas para conseguir superar a crise. Nessa semana, mais um dos objetivos foi conquistado com o adiamento do pagamento da parcela de abril do empréstimo do lateral-esquerdo Caio Henrique, que pertence ao Atlético de Madrid, da Espanha.

Com isso, o clube pagará a parcela dividida em dois vencimentos, uma no mês de julho e outra em setembro. O valor faz parte da negociação para trazer o atleta ao Grêmio, que girou na casa dos 500 mil euros (R$ 2,5 milhões na cotação atual). Com isso, o tricolor consegue mais uma vitória no seu plano de contenção da crise, previsto para ocorrer até julho.

Nos últimos dias, Caio Henrique se tornou notícia nos jornais espanhóis. O As publicou que o Atlético estaria interessado em trazê-lo de volta para a Espanha para ser opção para Renan Lodi na lateral do clube. No entanto, as negociações dependeriam do jogador conseguir um passaporte extracomunitário, pois o clube espanhol já estava com todas as suas vagas para esses atletas ocupadas.

De acordo com o globoesporte.com, o clube espanhol em reintegrá-lo com o fim do empréstimo com o Fluminense, mas a questão do passaporte emperrou as negociações. Por enquanto, Caio Henrique possui contrato de empréstimo com o Grêmio até o fim de 2020. O lateral está encaminhando os trâmites para conseguir a documentação europeia.

Confira também:

Fechar