NotíciasMercado

Everton volta a ser monitorado pelo Milan e é mais um clube italiano interessado

Diretoria do rossonero já havia feito proposta pelo jogador em outra janela

Titular do Grêmio desde 2018, Everton é monitorado de perto por clubes europeus que desejam ter seu futebol. Nas últimas janelas, a diretoria do tricolor conseguiu manter o atleta que é considerado por muitos o melhor jogador da equipe. No entanto, as chances de sua saída acontecer aumentam a cada dia.

Mesmo com a pandemia do coronavírus paralisando o futebol no mundo inteiro e diminuindo o ritmo das negociações, os clubes continuam mantendo o interesse no atacante. Dessa vez, o Milan surge como interessado no jogador e monitora de perto a sua situação, de acordo com o jornal italiano La Stampa.

Everton é desejo antigo da diretoria do Milan

Everton é um desejo antigo dos rossoneros. Em agosto do ano passado, o clube italiano fez uma investida pelo jogador com uma oferta de 30 milhões de euros. O diretor de futebol do clube, o brasileiro Leonardo, possui boa relação com Gilmar Veloz, empresário do atleta e acreditava que isso seria um fator essencial para concretizar o negócio.

No entanto, a diretoria do Grêmio recusou a oferta e Cebolinha continuou no clube. Na época, a diretoria tricolor pedia 40 milhões de euros (R$ 181 milhões nos valores de agosto) pelo jogador. A perspectiva, porém, é de que o atacante não seja negociado por esse valor, porque o mercado deve se adequar e sofrer uma queda nos valores das negociações após a crise causada pela pandemia.

Ainda de acordo com o jornal italiano, o valor do jogador, somado à divisão dos direitos federativos entre Grêmio, o empresário Gilmar Veloz, um investidor e o Fortaleza são entraves na negociação. E o Milan também possui a concorrência de outros clubes do país que desejam contar com o jogador, como o Napoli.

Outros dois clubes europeus mantém contato com o estafe de Everton. O Borussia Dortmund, da Alemanha, tenta evoluir nas negociações, mesmo com o futebol paralisado. Já o Everton, da Inglaterra, mantém as conversas desde a janela passada, quando quase conseguiu contratar o atleta. O treinador da equipe, Carlo Ancelotti, afirmou que espera contar com Cebolinha para a próxima temporada.

Confira também: 

Fechar