Notícias

Em live, Jean Pyerre fala sobre lesão e relação com Renato

Meio-campo contou os momentos difíceis que passou durante período em que estava lesionado

Na última semana, o meio-campo Jean Pyerre aderiu à moda entre os jogadores e participou de uma live no Instagram para falar de sua carreira. O jogador foi o convidado de Eduardo Semblano, do canal “Fui Clear”, para conversar sobre sua trajetória como profissional, a lesão que o afastou dos gramados por mais de cinco meses, a relação com o treinador Renato Portaluppi, entre outros assuntos.

Em setembro do ano passado, durante a reta final do tricolor na temporada, Jean Pyerre teve uma lesão muscular na perna direita e só conseguiu retornar nas últimas três partidas antes da paralisação por conta da pandemia de coronavírus. Durante a entrevista, o jogador relatou uma mágoa com pessoas que falaram “inverdades” para a sua família, mas que, sabendo a sua real condição física, conseguiu passar por toda a situação.

– Ficou uma situação muito chata. Se não posso fazer algo, não vou postar nas minhas redes sociais que estou fazendo. Meu pai e mãe passaram por um momento chato, tiveram que ouvir inverdades. Chegamos em um consenso: vamos matar no peito tudo o que estão falando, a gente descansa com verdade, sabemos onde erramos e acertamos – afirmou.

O jogador explicou qual foi a lesão que o afastou dos gramados. De acordo com o meia, foi o reto femoral a causa do seu afastamento do gramado. O músculo é muito importante para os principais movimentos da perna, como o chute, arrancada e freada durante uma corrida. Jean relatou que na primeira semana de retorno aos treinos com bola, não conseguia chutar por falta de confiança.

– Foi uma lesão do reto femoral. Mas é um músculo que tu usas muito, para chutar, dar freada em corrida, arrancar. As principais funções tu precisas dele. Quando voltei a treinar, fiquei uma semana sem chutar no gol. Se tu não tens confiança, é difícil. Passe eu sabia que conseguia, agora para chutar, ou eu ajeitava para o outro ou pisava de primeira. Vou chutar não. Não aguento mais departamento médico, para que vou ficar lá? – relatou.

Jean Pyerre foi relacionado e entrou em campo nas últimas três partidas do Grêmio em 2020. O jogador é aguardado pelo treinador Renato Portaluppi para ser uma das peças fundamentais na formação da equipe. Mas, de acordo com a mídia especializada italiana, o meia é alvo de Torino e Atalanta, podendo ser do tricolor antes mesmo do fim da temporada.

“Nosso grupo é muito unido” afirma Jean Pyerre sobre relação com elenco e Renato

Outro assunto levantado durante a entrevista foi a relação com o treinador Renato Portaluppi e o elenco. Jean foi um dos guris gremistas relevados pelo técnico, ganhando oportunidades desde 2017 na equipe principal do clube. O jogador afirmou que a relação dentro do elenco é de companheirismo, onde os mais experientes dão liberdade para os mais novos. O meia ressaltou a união do elenco em torno de um projeto vencedor.

– Nosso grupo é muito unido. Sempre que dá, a gente se reúne. O pessoal mais velho dá muita liberdade para os mais novos, desde que mantenha o respeito. Eles não desfazem das nossas palavras porque somos mais novos. Se a gente fala alguma coisa que acham que tem validade para eles, eles abraçam. Esse é o segredo. O grupo de se dá bem, além do campo, tem companheirismo fora – constatou.

Assim como o restante do elenco, Jean Pyerre segue de férias. A previsão para retorno dos treinos dos profissionais do Grêmio é para o próximo dia 1º de maio, mas, é possível que o clube prorrogue o período sem atividades por conta da evolução da pandemia de Covid-19. Por enquanto, não há previsão de retorno das competições no Brasil e na América do Sul.

Confira também:

Fechar