Notícias

Alex no Grêmio? Isso quase aconteceu em 2002

Atacante revela que quase assinou com o tricolor antes de se tornar multi-campeão pelo Cruzeiro

O meio-campo Alex foi um dos maiores jogadores da história do futebol brasileiro. Com currículo invejável, o atleta atuou em alguns dos grandes clubes do País. No entanto, o camisa 10 nunca atuou no futebol gaúcho, mas isso quase aconteceu em 2002. Essa história foi contatada pelo próprio, no podcast Bicuda, comandado por Carter e Fred Fagundes.

Depois de ser campeão da Libertadores e ter uma passagem gloriosa pelo Palmeiras, Alex se transferiu para o Parma, da Itália. Lá, não obteve tanto sucesso e acabou sendo emprestado para o Flamengo e para o Cruzeiro. O jogador tinha o desejo de ficar no Brasil e o Grêmio, com dinheiro da ISL, investidora do clube na época, decidiu entrar na jogada.

— Eu sempre dividia quarto com gente relacionada ao Grêmio. No início da Seleção, dividi com Ronaldinho, que era apaixonado pelo Grêmio, falava a todo momento. No Palmeiras, no mesmo período, dividia quarto com o Arce, que é ídolo do Grêmio — recordou o meia.

Na disputa também estava o Cruzeiro, que desejava contar com o jogador novamente. Alex confessou que estava de malas prontas para desembarcar em Porto Alegre, mas uma conversa com Vanderlei Luxemburgo, treinador da equipe mineira na época, o fez mudar de ideia. De acordo com o meia, o projeto desenvolvido pelo técnico o convenceu a ir para Belo Horizonte.

— Ele disse: “Meu filho, me escuta. É o seguinte, estou montando um time aqui e vou falar logo, não é para agora, o time é para 2003! E vou além, ninguém quer você aqui, só eu que quero sua contratação!”. Graças a Deus, o Vanderlei me convenceu — afirmou.

No Cruzeiro, Alex conquistou a tríplice coroa ao se tornar campeão do Campeonato Mineiro, da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro de 2003. Depois, se transferiu para o Fenerbahçe, da Turquia, onde se tornou ídolo. Em 2012, o Grêmio tentou novamente sua contratação, mas o jogador decidiu cumprir seu contrato até o fim, e voltou para o País apenas em 2013, quando encerrou a carreira no Coritiba, clube que o revelou.

Confira também:

Fechar