Relembre as 3 últimas conquistas de Campeonato Gaúcho do Grêmio

Equipe enfrentou longa fila entre 2010 e 2018, mas é o atual bicampeão do torneio

Nos últimos anos, o Grêmio voltou a ser um time multi-campeão. Após o retorno do treinador Renato Portaluppi ao comando da equipe em 2016, foram seis títulos conquistados, incluindo a Copa do Brasil e a Taça Libertadores da América. O clube vivia um jejum de títulos importante a nível nacional, mas também amargava um período sem conquistas do Campeonato Gaúcho.

O clube entrou na década de 2010 com a promessa de que entraria em uma nova era de vitórias em competições importantes. No entanto, o tricolor só conquistou um título na primeira metade da década, situação que levou o Grêmio a 15 anos de fila em competições nacionais, zoação de torcedores rivais e desesperança dos torcedores do clube.

Apenas em 2016, seis anos após a última conquista do clube no estado, o time voltou a levantar uma taça, e daí não parou mais. Hoje, o Grêmio é novamente conhecido como copeiro. Mas a equipe também demorou a sair da fila nas competições do estado. Foram quase dez anos de jejum, mas que se encerraram com um bicampeonato. Confira como foi a caminhada para os três últimos títulos de Campeonato Gaúcho conquistados pelo tricolor.

Campeonato Gaúcho de 2010 – Grêmio 2 x 1 Internacional (placar agregado)

campeonato-gaúcho-2010-grêmio-campeão
Grêmio Campeão Gaúcho de 2010 – Foto: Gazeta Press

O Grêmio começava a nova década com a esperança de levantar mais uma vez a taça do Gauchão. Três anos após a última conquista, o clube apostava na chegada de reforços e de seu novo treinador, Silas, que havia levado sua antiga equipe, o Avaí, a sexta posição do Campeonato Brasileiro do ano anterior. O tricolor acabou aquela competição em oitavo, mas com a derrota na última rodada para o Flamengo, tirou o título das mãos do Internacional.

No primeiro turno do campeonato, as equipes do Grupo A enfrentavam as do Grupo B. O Grêmio terminou a fase de grupos em primeiro lugar, sofrendo apenas uma derrota no caminho. Nas quartas-de-final, bateu a equipe do Veranópolis e depois derrotou o Inter de Santa Maria nas semifinais. Na final, vitória por 1 a 0 sobre o Novo Hamburgo, gol do volante Ferdinando, e vaga garantida para as finais do Campeonato Gaúcho.

A equipe começou o returno de forma avassaladora. Foram sete vitórias em sete partidas, com 16 gols anotados (melhor ataque) e apenas 4 sofridos (melhor defesa). No entanto, as grandes atuações não se refletiram nas quartas-de-final da competição, e a equipe foi derrotada de forma surpreendente para o Pelotas por 2 a 1. Na final, o Inter bateu os pelotenses e também colocou seus pés na decisão. O Campeonato Gaúcho de 2010 seria decidido em dois Gre-Nais.

O primeiro jogo aconteceu no Beira-Rio. A partida terminou empatada na primeira etapa, mas o Grêmio conseguiu abrir o placar aos 22 minutos do segundo tempo, em cobrança de escanteio do lateral Edílson que o zagueiro Rodrigo completou. Aos 42, em cobrança de falta, Borges cabeceou de peixinho e ampliou o placar, 2 a 0. Na segunda partida, no Olímpico, Giuliano, após cobrança de falta, emendou um balaço de fora da área para abrir o placar para o Inter, 1 a 0.

O gol dos rivais, entretanto, não foi suficiente para estragar a festa do tricolor que levantava seu trigésimo sexto título da competição.

Campeonato Gaúcho de 2018 – Grêmio 7 x 0 Brasil de Pelotas (placar agregado)

grêmio-campeão-gaúcho-2018
Grêmio Campeão Gaúcho de 2018 – Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Após a conquista do Campeonato Gaúcho de 2010, o tricolor entrou em um longo jejum sem títulos. A fila de seis anos foi quebrada apenas em 2016, quando o clube se sagrou campeão da Copa do Brasil. Após isso, o imortal chegou novamente à glória eterna, batendo o Lanús em La Fortaleza, na Argentina, e se tornando tricampeão da América. Com essas credenciais que o clube chegava para o campeonato estadual de 2018, em que o clube completaria oito anos sem o título da competição.

Mesmo com o status de time a ser batido durante a competição, o Grêmio não conseguiu reproduzir isso em campo e fez uma primeira fase abaixo do esperado. Dessa vez, os times se enfrentaram em uma fase única em que os oito melhores se classificavam para a fase de mata-mata do torneio. O tricolor terminou o turno com apenas cinco vitórias em onze partidas, acumulando também cinco derrotas e se classificando apenas na sexta colocação.

O mal desempenho na primeira fase acabou colocando o Grêmio diante do Internacional nas quartas-de-final da competição. Na Arena, com grande atuação e direito a golaço de Jael, o tricolor bateu os rivais por 3 a 0. Na volta, derrota por 2 a 0, o que não foi suficiente para tirar a vaga do imortal. Nas semis, o clube teve pela frente o Avenida. No primeiro jogo, outra vitória por 3 a 0. No segundo, empate em 1 a 1 e passaporte para as finais assegurado. O Pelotas seria o adversário na decisão do Campeonato Gaúcho.

A primeira partida da decisão foi na Arena, e o tricolor aproveitou o fator casa para vencer de forma imponente, mas os gols só saíram na segunda etapa. Everton recebeu livre na área e abriu o placar com menos de um minuto. Depois, Maicon cruzou e Jael completou, mas o goleiro defendeu. No rebote, Alisson colocou no fundo das redes e fez o segundo. No terceiro, Everton recebeu lindo passe de Jael e ampliou o placar. Aos 31, Ramiro cobrou falta da intermediária e o goleiro aceitou, 4 a 0 e mão na taça. 

No segundo jogo, mesmo roteiro do confronto anterior, as equipes foram para o intervalo zeradas. Apenas aos 35 da etapa final, após o chute de Thonny Anderson, Cícero completou para as redes e abriu o placar para o Grêmio. Depois, Alisson cortou para o meio e de fora da área acertou um chute no ângulo, ampliando a enorme vantagem do tricolor. Por último, aos 44 minutos, Léo Moura surgiu livre dentro da área e só precisou deslocar o goleiro. 4 a 0 e fim do jejum, o imortal se torna 37 vezes campeão gaúcho.

Campeonato Gaúcho de 2019 – Grêmio 0 (3) x (2) 0 Internacional

campeonato-gaúcho-2019-grêmio-campeão
Grêmio Campeão Gaúcho de 2019 – Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Em 2019, o Grêmio vinha de mais um ano de sucesso. Mesmo com apenas a vitória no Campeonato Gaúcho de 2018, a equipe havia chegado às semifinais da Libertadores pela segunda vez consecutiva, além de ser o quarto colocado no Brasileirão daquele ano. Além disso, a equipe havia levantado a taça de campeão da Recopa Gaúcha ao golear o Avenida por 6 a 0. Dessa forma, os campeões vinham para defender seu título estadual.

Dessa vez, o tricolor cumpriu seu status de favorito e teve uma campanha praticamente perfeita na primeira fase. Em onze partidas, nove vitórias e dois empates, com 29 gols anotados (melhor ataque) e apenas um sofrido (melhor defesa). Com isso, o clube enfrentou o Juventude, oitavo colocado na fase inicial. No primeiro jogo, goleada por 6 a 0, e empate por 0 a 0 no segundo. Nas semifinais, o Grêmio enfrentou o São Luiz e novamente não sofreu gols, empatando a primeira partida em 0 a 0 e vencendo a segunda por 3 a 0.

A final colocava frente à frente os dois maiores rivais do estado, Grêmio e Internacional. Mais uma vez, o clássico mostrava um equilíbrio em todos os momentos, o que acabou proporcionando dois jogos onde o zero não saiu do placar. No Beira-Rio e na Arena, empates sem gols. O Campeonato Gaúcho de 2019 seria decidido na loteria dos pênaltis. Nas cobranças, a estrela de Paulo Victor apareceu. O goleiro defendeu três pênaltis e a vitória foi garantida após a cobrança de André. O imortal chegava ao seu trigésimo oitavo título do Gauchão e ao primeiro bicampeonato desde 2006-2007.