Notícias

Grêmio recebe elogios de Comissão da CBF por protocolos de prevenção

Clube retornou aos trabalhos na semana passada com testagem em massa e treinos com distanciamento

O Grêmio retornou às suas atividades no Centro de Treinamento Luiz Carvalho. Desde segunda-feira, funcionários do departamento de futebol e os jogadores do elenco profissional passaram por um rigoroso protocolo de prevenção ao contágio da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Desde a entrada nas dependências do clube até os treinos físicos em campo, os jogadores passaram por um rígido controle, que incluía a medição de temperatura ainda do lado de fora do CT, testagem em massa de todos os funcionários, além do preenchimento de um questionário desenvolvido pela Confederação Brasileira de Futebol.

De todos que estiveram presentes no clube desde segunda-feira, apenas dois funcionários foram diagnosticados com o novo coronavírus. Eles foram colocados em isolamento social e estão sendo acompanhados pelos médicos do Grêmio. O atacante Diego Souza também testou positivo para a doença, mas não se reapresentou, seguindo em quarentena no Rio de Janeiro.

As medidas tomadas pelo clube foram elogiadas pelo presidente da Comissão de Médicos da CBF, Jorge Pagura. O dirigente afirmou que o clube dá um exemplo importante para o Brasil e o mundo ao mostrar que os funcionários estão em segurança nas dependências do CT, mesmo que haja uma nova proibição das atividades no estado.

– Por mais que os treinos continuem ou não, demorem ou não, O Grêmio está completamente preparado. Ele dá um exemplo importante ao Brasil e ao mundo. Ele demonstra a forma tranquila e responsável para que quem estiver no CT com segurança máxima – afirmou Pagura.

O trabalho do clube é feito em conjunto entre o departamento médico do clube e especialistas em todo o País. O Grêmio e o Internacional foram os primeiros clubes a retornarem às atividades. Ao globoesporte.com, o médico Márcio Dornelles reiterou a importância da testagem e dessa troca de mensagens:

– A gente está falando com o mundo. Todo mundo quer saber. Vários clubes já ligaram. A conversa foi sobre como foram os testes, como está indo o dia a dia, se os protocolos estão funcionando ou não. Sobre teste, o uso dos resultados é restrito dos atletas e dos funcionários. A gente não pode divulgar dados. O pessoal está querendo saber como o protocolo está funcionando – destacou Dornelles.

Nas próximas horas, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, deverá divulgar um decreto em que proíbe as atividades nos centros de treinamento. O Grêmio aguarda a publicação oficial para tomar uma decisão sobre a continuidade dos trabalhos nas dependências do clube.

Fechar