Notícias

Sócios do Grêmio migram para planos mais baratos

Durante a pandemia do coronavírus, foi projetado que cairia 30% da receita arrecadada com associados, porém, isto não se confirmou pois em média 3 mil torcedores sócios ao invés de cancelarem, migraram para planos mais baratos, assim ajudaram o Grêmio a manter boa parte da receita.

O mês em que o Grêmio menos arrecadou com os sócios, foi em abril, quando teve uma queda de quase 15% do valor normal, mas em maio e junho, os valores ficaram estáveis, com pouca queda.

No início do ano o Grêmio estava com 90 mil sócios com as contas em dia, neste momento apenas 5 mil estão com problemas e 85 mil ainda estão em dia. Para o clube isso é bem positivo já que estamos em uma época difícil.

O CEO Carlos Amodeo afirmou que o plano de contingência teve um resultado positivo em relação ao quadro social e que o plano criado em maio foi de agrado dos associados. Assim, o mês de maio e junho não teve tanta perda em comparação a abril.

— Agradecemos, portanto, a todos os sócios que se mantém em dia com suas contribuições sociais, apesar da ausência de jogos na Arena e das dificuldades naturais da crise econômica — disse o CEO Carlos Amodeo.

Fechar