Categorias
Blog do Ilgo

Gauchão encara o vírus e Gre-Nal é confirmado. Grêmio favorito

Com o Grenal confirmado, temos de volta o futebol. Sei que parte da torcida despreza o Gauchão e torcia contra sua retomada, mas a realidade é que nem o vírus chinês atinge mais nosso campeonato depois de quatro meses de confinamento exagerado, que provocou o fechamento de centenas de empresas e desempregou milhares de trabalhadores.

O Gauchão, que já passou por tudo que é dificuldade ao longo de décadas, não se mixa mais, vai encarar o bicho e conta até com o clima a seu favor. O tempo gelado e úmido deu lugar ao sol e ao calor.

Então, se nada mais acontecer de negativo, o clássico será nesta quarta mesmo, às 21h30. E espero que seja uma noite quente, sem chuva, com o gramado seco, favorável ao time melhor tecnicamente. O Grêmio, claro.

Ah, importante: Vuaden não será o juiz. Se fosse no tempo do Noveletto a gente sabe quem seria escalado. Ele foi anunciado, gerando preocupação dos gremistas nas redes sociais, mas não se confirmou. Sem Var e com Vuaden tudo seria mais difícil.

Agora só tem uma coisa a superar ainda: a onda negativa de boa parcela da nação tricolor. É impressionante como tem que gente querendo Maicon fora, e não apenas do time, mas do clube. Fora o que torcem pela queda do técnico multicampeão. Uns pelo ‘crime’ de ter desfrutado as areias do Leblon durante a prisão domiciliar a que somos submetidos.

Perdoai-os Senhor, eles não sabem o que fazem. Ou, o que é pior, sabem muito bem.

O Grêmio é o favorito. Não importa se o rival treinou taticamente fora do prazo, enquanto o Grêmio cumpriu a orientação da prefeitura. O Grêmio é superior, seu time mais entrosado. Os jogadores poderiam até ir de carro, cada um, se encontrando no vestiário a tempo de se fardarem. Situação muito comum na várzea e nos meus tempos de pelada, em que o jogador mais importante é o que levava a bola.

Ahhhh (suspiro), saudade dos tempos que não voltam mais…

No último Gre-Nal, diz 12 de março,deu 0 a 0. O Inter resistiu bravamente e escapou da derrota.

Hoje a situação é melhor para o tricolor, que terá o reforço de três titulares que não jogaram o clássico anterior (pela Libertadores). Jogam Kannemann, Cortez e o craque Jean Pyerre, jogador que pode fazer a diferença.

O time deve ter, então: Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, Kannemann e Cortez; Matheus Henrique e Maicon; Alisson, Jean Pyerre e Everton; Diego Souza.

Uma escalação inteligente, sensata.

Se tudo ocorrer dentro da normalidade, com a arbitragem marcando as faltas mais duras que Éverton e Jean Pyerre irão sofrer, o Grêmio vence. Não será fácil, mas a tendência é essa mesmo.