Campeonato Gaúcho

Tricolor vence o GreNal 425 no retorno do Campeonato Gaúcho

Com gol de Jean Pyerre, Grêmio garante vaga nas semifinais do returno

O Tricolor aumentou a invencibilidade diante do rival. No retorno do Campeonato Gaúcho, o Grêmio derrotou o Internacional por 1 a 0. A primeira partida após a paralisação mostrou que as equipes ainda precisam reconquistar o condicionamento físico anterior à paralisação. Mas os comandados por Renato Portaluppi tiveram mais chances durante a partida e, mesmo com um pênalti perdido por Everton no primeiro tempo, contaram com a sorte em cobrança de falta de Jean Pyerre para garantir a vitória, a invencibilidade em GreNais e a classificação para as semifinais do Gauchão.

Confira um resumo da vitória do Tricolor no GreNal 425.

Tricolor vence partida com poucas oportunidades e gol de falta de Jean Pyerre

everton-perde-pênalti-mas-jean-pyerre-garante-vitória-para-o-tricolor
Everton teve oportunidade de abrir o placar em cobrança de pênalti, mas foi parado por Marcelo Lomba – Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Quatro meses após a paralisação do Campeonato Gaúcho, Grêmio e Inter entraram para um novo episódio no clássico centenário, o primeiro sem torcida na história. E quem começou atacando foi o Tricolor. Logo com 4 minutos, o estreante Guilherme Guedes cruzou e Diego Souza cabeceou para fora.

Do lado da equipe gremista, a iniciativa vinha por jogadas individuais. Aos 9, Everton driblou Marcos Guilherme e Saravia, mas cruzou errado. A falta de condicionamento dos jogadores e a forte marcação das duas equipes fizeram com que o jogo ficasse truncado. Apenas com 26 minutos, Jean Pyerre conseguiu uma chance em cobrança de falta, mas a bola foi para fora.

Os dois times tentavam chegar, mas não conseguiam concluir. Até que aos 33, em cobrança de escanteio, Kannemann foi derrubado pelo volante Musto. Pênalti para o Grêmio. O árbitro Daniel Bins, no entanto, não deu o segundo cartão amarelo para o jogador rival, que poderia ser expulso no lance. Na cobrança, Marcelo Lomba defendeu a cobrança de Everton.

Após a cobrança de pênalti, o jogo voltou ao estado de antes: nenhum dos times conseguia tomar a iniciativa e a partida foi para o intervalo empatada. Na volta, o Inter começou pressionando. Com 8 minutos, a chance mais perigosa veio em cobrança de falta de Boschillia. O meia arriscou e exigiu que Vanderlei fizesse grande defesa.

Aos 15, o Inter chegou novamente. Geromel cortou errado e a bola sobrou em Edenílson, que arriscou pro gol e a bola passou rente à trave. Dois minutos depois, no entanto, o alívio. Falta para o Grêmio, Jean Pyerre foi para a bola e cobrou na barreira, desviando em Moisés e enganando Marcelo Lomba. Placar aberto no Centenário, 1 a 0 para o Grêmio.

Com a possibilidade de fazer cinco alterações por conta da falta de ritmo, Renato Portaluppi e Eduardo Coudet rodaram seus elencos para poupar os titulares. O treinador colorado fez alterações para tentar pressionar o Tricolor, mas conseguia chegar pouco ao ataque, além de ter dificuldades em jogadas individuais.

O fim da partida teve poucas chances, com as equipes demonstrando o cansaço após a metade da segunda etapa. O Tricolor conseguiu segurar o ímpeto colorado no fim do jogo e garantir a vitória. 1 a 0 para o Grêmio e a equipe comandada por Renato Portaluppi completa a oitava partida sem perder em clássicos.

Com o resultado, o Tricolor está classificado para as semifinais do segundo turno do Gauchão com duas rodadas de antecedência. O clube ainda tem duas partidas no returno, contra Ypiranga (26/07) e Novo Hamburgo (29/07). A equipe agora luta para apenas garantir a liderança na chave e aguarda seu adversário do Grupo A.

Fechar