MercadoNotícias

Grêmio quer ficar com 20% de futura venda de Everton, mas Benfica não concorda

Tricolor pode vender atacante para o clube português por 22 milhões de euros

O jornalista Eduardo Gabardo, do portal GaúchaZH, informou que o Grêmio deseja ficar com 20% do valor de uma futura venda de Everton. O atacante, que está praticamente de saída para o Benfica, de Portugal, pode se despedir do tricolor no GreNal desta quarta-feira (5), pela decisão do segundo turno do Gauchão.

A pedida, no entanto, não agradou os portugueses. Ainda segundo Gabardo, o Benfica não está concordando com esta cláusula, e os dois clubes voltarão a discutir o assunto nesta quarta-feira. A diretoria tricolor conseguiu aumentar o valor do atacante de 20 para 22 milhões de euros (R$ 137 milhões na cotação atual).

Com o negócio praticamente fechado, este é o único empecilho para a assinatura do contrato. O Grêmio não quer ficar sem o percentual de uma futura venda, já que Everton poderá gerar lucro aos cofres do clube futuramente. A porcentagem, no entanto, pode diminuir.

JOGA OU NÃO JOGA?

Até o momento, não se sabe se Everton enfrentará o Internacional na noite de hoje. De acordo com informações do jornalista Cesar Fabris, o jogador não entrará em campo na decisão, por conta de um pedido feito pelo próprio Benfica. Pepê, que assinou novo contrato com o clube, até 2024, deve ser o substituto. Porém, apenas nas próximas horas será informado se Cebolinha joga ou não o GreNal – ou até mesmo se fica no Grêmio.

Fechar