Jornalista revela o valor pedido por Ferreira para renovar com o Grêmio

Jogador se envolveu em polêmica com o clube no início do ano

O jornalista Eduardo Gabardo, do site GaúchaZH, revelou o valor pedido pelo estafe de Ferreira, para o jogador renovar com o Grêmio. De acordo com a sua publicação, o meia de 22 anos, que atualmente tem vencimentos de R$ 20 mil por mês, deseja receber um salário de R$ 100 mil mensais. 

Ainda segundo o jornalista, a proposta do Grêmio é muito inferior à pedida de Ferreira. O clube pretende pagar um valor entre R$ 35 mil mensais nos dois primeiros anos de contrato, e R$ 40 mil por mês nos dois últimos, além de bônus por metas atingidas, como número de partidas disputadas.

ENTENDA O CASO

Tido como uma das promessas da base Tricolor, o meia Ferreira estava pronto para subir aos profissionais, com aval do treinador Renato Portaluppi. Mas as tratativas para a renovação de contrato do jogador com o clube emperraram, e a diretoria decidiu afastá-lo dos treinamentos enquanto a situação não se resolvia. O atleta, junto do seu estafe, decidiu entrar com uma ação para romper seu contrato com o Grêmio.

Ferreira, no entanto, não conseguiu a liminar que o permitiria sair do clube, e foi colocado para treinar junto com o grupo de transição. O meia é agenciado por Pablo Bueno, que possui uma relação estremecida com a diretoria Tricolor desde 2019, quando seu outro atleta, o atacante Tetê, foi vendido para o Shaktar Donetsk, da Ucrânia, sem ter atuado pelo elenco profissional.

De acordo com o ge, o clube espera uma “boa vontade” de Ferreira e Bueno para dialogar, enquanto o agente do meia, em entrevista também ao jornalista Eduardo Gabardo, espera um pedido de desculpas da diretoria.