Champions League: Veja todos os campeões do torneio de 2005 até 2020

Nessa semana, tivemos início da temporada 2020-2021 da Champions League. A edição passada terminou a menos de dois meses, com o Bayern se sagrando campeão após uma campanha avassaladora, derrotando a sensação do torneio, o PSG, que estreava em decisões.

E você se lembra dos últimos vencedores torneio?

Nos últimos anos, o  predomínio do Barcelona de Messi e do Real Madrid de Cristiano Ronaldo nas edições da Champions League foi expressivo. Foram sete títulos da dupla em dez possíveis.

Mas o predomínio dos dois ex-melhores do mundo parece ter acabado. Já é a segunda final em que nenhum dos dois participa, sendo que o camisa 10 do Barça assistirá sua quinta decisão consecutiva no sofá.

E, antes do início dos “anos 10”, os dois já protagonizavam as finais de Champions League, mas ainda dividiam o protagonismo com outras estrelas. Neste post, você relembra os campeões do torneio entre 2005 e 2020.

Relembre os campeões da Champions League entre 2005 e 2020

2005 – LIVERPOOL

liverpool-champions-league-2005
Foto: Getty Images

A conquista da Champions League de 2005 é, com certeza, uma das mais lembradas pelos fanáticos por futebol. A partida contra o Milan, em Istambul, teve uma das maiores reviravoltas já vistas no esporte.

Liderado por Steven Gerard, Luis Garcia e Xabi Alonso, o Liverpool chegava à decisão para enfrentar o poderoso Milan, considerado o melhor time do mundo na ocasião, com Dida, Cafu, Kaká, Seedorf, Pirlo, Maldini, entre outros.

Os italianos eram francos favoritos à conquistar o título, e mostraram essa força nos primeiros quarenta e cinco minutos. Foram para o intervalo com um três a zero e pareciam ter decidido a partida no primeiro tempo, com grande atuação de Kaká e Crespo.

Mas, o segundo tempo da partida mostrou o contrário. Os ingleses marcaram três vezes, empataram o jogo e, liderados pelo capitão Gerard, levaram a partida para os pênaltis. Shevchenko desperdiçou a última cobrança, e o Liverpool conquistou o título após 21 anos.

2006 – BARCELONA

champions-league-2006-barcelona
Foto: Reprodução

A Liga dos Campeões da Europa da temporada 2005-2006 mostrou uma nova força que estava longe das decisões do torneio continental há alguns anos: o Barcelona, que venceu o torneio pela última vez em 1992, e passou por uma reconstrução profunda.

Os Blaugrana, liderados por Ronaldinho, Deco e Eto’o, chegaram à decisão contra uma das melhores gerações da história do Arsenal, que havia sido campeã invicta do Campeonato Inglês anos antes, e contava com Henry, Vieira, Campbell, entre outros.

E os ingleses começaram na frente do placar. Campbell abriu o marcador e deu vantagem ao Arsenal, que mesmo jogando com um a menos desde o início da partida, conseguia dominar o jogo e chegar perto da glória.

Mas o segundo tempo foi inteiro do Barcelona, que se aproveitou da vantagem numérica para virar. Entre os 26 e os 31, dois gols, um de Eto’o e outro do surpreendente Belletti para sacramentar o título.

2007 – MILAN

champions-league-2007-milan
Foto: Shaun Botterill/Getty Images

Em 2007, a Champions League colocou frente a frente Milan e Liverpool, mais uma vez em uma decisão. O time italiano era de novo o favorito, mesmo com um time envelhecido, mas com o fantasma da decisão de dois anos antes.

O time inglês ainda tinha Steven Gerard e Xabi Alonso, mas estava enfraquecido em relação à final em Istambul, mas havia eliminado Barcelona, que era o atual campeão, e o Chelsea, cotado para ser o próximo inglês a levantar a taça.

Dessa vez, os italianos não deram sorte ao acaso e venceram com tranquilidade. Com atuação magistral de Filippo Inzaghi, que marcou dois gols e com colaboração importante de Kaká, eleito melhor jogador daquela temporada, o Milan exorcizou os fantasmas e levou sua sétima e última “orelhuda”.

2008 – MANCHESTER UNITED

man-utd-champions-league-2008
Foto: Bob Thomas/Getty Images

Em 2008, o futebol inglês voltava a possuir o protagonismo que tivera em décadas anteriores. Os clubes do país pouco conquistaram títulos de Champions League desde 1990, e ficaram pelo caminho em diversas oportunidades.

Da terra da rainha, Manchester United e Chelsea despontavam como os favoritos a levar o título. E foram eles que protagonizaram a primeira decisão entre clubes ingleses da história da competição.

De um lado, um Chelsea rico e buscando seu título inédito, liderado por Didier Drogba, Michael Ballack e Frank Lampard. Do outro, um United buscando voltar ao caminho das glórias no continente, tendo sua maior esperança no ainda jovem Cristiano Ronaldo.

O jogo foi equilibrado, e terminou o tempo regulamentar em empate de 1 a 1. Ronaldo e Lampard marcaram. A partida passou zerada a prorrogação e foi para os pênaltis. Anelka desperdiçou a última cobrança e Giggs marcou, dando mais uma taça de Champions para os Diabos Vermelhos.

Continua na próxima página!