Com lesão detectada em Diego Souza, Grêmio tenta achar um 9 no mercado

Jogador chegaria para ser titular da posição

Na última quarta-feira (19), durante o empate contra o Flamengo, no Maracanã, o atacante Diego Souza saiu lesionado e gerou preocupação na comissão técnica gremista. Com a saída de André e Luciano, o camisa 29 tinha se tornado a única opção para o treinador Renato Portaluppi no comando do ataque.

Isso fez a diretoria do Grêmio acelerar as buscas por um novo camisa 9. Com o fim da janela de contratações do exterior, apenas jogadores que atuam no Brasil ou que estão sem contrato podem se transferir. E, com isso, as especulações começaram a surgir com nomes que atuam no futebol nacional.

Um dos nomes mais citados para substituir Diego Souza foi o de Ricardo Oliveira. O atacante de 40 anos rescindiu seu contrato com o Atlético Mineiro recentemente, e está livre no mercado. Procurado para saber se existe uma negociação aberta com o jogador, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, declarou à Rádio Gaúcha que a sua vinda não seria para resolver os problemas da equipe.

— Me encheram de telefonemas sobre o Ricardo Oliveira. O Grêmio não vai contratar o Ricardo Oliveira. Não passa no escopo, na nossa percepção, porque não resolveria os problemas do Grêmio. Vamos contemplar a necessidade do plantel — afirmou.

Por enquanto, as opções de Renato Portaluppi, além de Diego Souza, são Isaque, que atua como “falso 9”, Fabrício, recém-promovido da base gremista, e Da Silva, que retornou de empréstimo do Caxias, onde jogou o Campeonato Gaúcho de 2020.