Mesmo com dois gols de vantagem, Renato pede cautela: “Ainda não conseguimos o título”

Grêmio pode perder por até um gol de diferença para se sagrar tricampeão gaúcho

Após quatro empates consecutivos, o Grêmio finalmente venceu – e convenceu. A vitória por 2 a 0 diante do Caxias, no Estádio Centenário, deu tranquilidade para o Tricolor de Renato Portaluppi. A equipe pode empatar ou até perder por um gol de diferença no domingo (30), na Arena, que se sagrará tricampeão consecutivo do Gauchão.

O treinador, que concedeu entrevista coletiva virtual após o confronto, elogiou a postura da equipe. Com um gol antes dos dez minutos da etapa inicial, o time teve mais espaços e conseguiu se impor, mesmo sofrendo um gol na segunda etapa, mas que acabou sendo anulado pelo árbitro Jean Pierre Lima.

(Fazer um gol cedo) Facilita porque você quebra qualquer esquema. Ainda mais em uma final na casa do adversário. Dá uma tranquilidade maior porque o adversário precisa sair mais para o jogo. Apertamos um pouco mais no segundo tempo, fizemos o gol que nos dá a vantagem. Mas o Caxias é um time chato, faz bastante cera, valoriza a bola parada — afirmou Renato.

Com a boa vitória contra o Grená, o Grêmio está muito próximo de ser campeão estadual. A vantagem de dois gols de diferença, no entanto, é motivo de cautela para Renato. O treinador ressaltou que ainda terão 90 minutos a serem jogados, e nada está definido.

— Em uma final, qualquer vantagem é vantagem. Você jogar pelo empate já é uma grande vantagem. Com dois gols, leva uma grande vantagem. Ainda mais por jogar em casa, mas não está nada definido. O Caxias sempre nos deu trabalho, como hoje. Ainda não conseguimos o título. Temos mais 90 minutos pela frente — ressaltou.

O título estadual pode ser a sétima conquista de Renato como treinador do clube. Desde os anos 80, quando o Tricolor conquistou o hexacampeonato do Gauchão, o time não consegue vencer três edições seguidas do torneio. No domingo, existem grandes chances de levantar a taça.