Renato se diz orgulhoso pela possibilidade de igualar feito da década de 50

Treinador pode se tornar o primeiro treinador desde Oswaldo Rolla a conquistar tricampeonato consecutivo

Neste domingo (30), o treinador Renato Portaluppi pode alcançar um feito histórico à frente do Grêmio. Além de alcançar o seu sétimo título como técnico do clube, se conquistar o tricampeonato gaúcho, ele se tornará apenas o segundo comandante em 116 anos de história a levantar a taça de forma consecutiva por três oportunidades.

Se Renato conseguir, ele igualará o feito de Oswaldo Rolla, o Foguinho, que venceu o tricampeonato em 1956, 57, 58 – e ainda levantou o caneco em 59. Em entrevista coletiva virtual, o treinador falou sobre a possibilidade, se declarando orgulhoso e lisonjeado por fazer história à frente do clube que o projetou para o futebol nacional.

— Eu me sinto lisonjeado e orgulhoso de mim mesmo estar brigando pelo tricampeonato. Esse é o nosso objetivo. E muito mais orgulhoso ainda de fazer mais história no clube onde me criei. Mas os méritos maiores são do meu grupo. A cada ano que muda, os jogadores chegam com muita vontade de ganhar. a gente trabalha sempre em busca de títulos para dar essa alegria ao torcedor — afirmou.

Já são quatro anos como treinador do Grêmio, o que está a mais tempo no comando de um clube da elite. No século, ninguém venceu mais que Renato no comando do Tricolor. Neste domingo, basta um empate, ou até mesmo uma derrota por um gol de diferença para ser campeão e entrar em outra prateleira exclusiva da história gremista.