NotíciasCampeonato Brasileiro

Renato vê equipe sem tranquilidade no empate contra o Fortaleza

Treinador afirmou que Grêmio jogou "bem melhor" que equipe adversária

O empate do Grêmio contra o Fortaleza no último domingo foi o sexto da equipe no Brasileirão. E, para o treinador Renato Portaluppi, o que faltou na partida do fim de semana foi tranquilidade. O técnico concedeu entrevista coletiva virtual após o confronto, e elogiou a postura do time que, segundo o próprio, jogou melhor que o Leão, que fez um jogo duro.

– O Fortaleza é carne de pescoço. Como foi difícil hoje. Apesar de minha equipe ter sido bem melhor. Criamos bastantes oportunidades. Não saímos com a vitória, mas nem por isso vou deixar de elogiar o grupo pela entrega. Tomamos o gol de bobeira no início, e sempre é muito difícil correr atrás do adversário – afirmou.

A longa sequência de resultados ruins deixou o Grêmio de Renato na décima colocação do campeonato com apenas 12 pontos. Mas, segundo o treinador, a falta de vitórias não preocupa, já que a equipe cria jogadas, faltando tranquilidade na hora de conquistar o resultado.

– O Grêmio tem criado. Me deixaria preocupado se não criasse. O Grêmio sempre enfrenta equipes que jogam por uma bola. É muito difícil. Principalmente no momento em que você sai atrás. Eu não gosto desse tipo de jogo. Respeito. Mas jogar como time pequeno, meu time não vai jogar nunca. É difícil construir. Tem que pensar rápido. Mas a equipe tem criado. Hoje, não criamos tanto. O que falta é tranquilidade na hora de fazer o gol – completou.

Agora, Renato e seus comandados darão uma pausa no Brasileirão. O Grêmio viaja para o Chile, onde enfrentará o Universidad Católica na quarta-feira, às 21h30, pela terceira rodada da Libertadores da América.

Fechar