Thiago Neves rescinde com o Grêmio e é anunciado por outro clube, que desiste da contratação logo depois

Torcida pressionou após anuncio do meio-campo como reforço, e diretoria voltou atrás

Após dias de negociações, o meio-campista Thiago Neves, de 35 anos, rescindiu oficialmente o contrato com o Grêmio. O jogador já estava fora dos planos da diretoria e comissão técnica desde 4 de setembro, um dia após a derrota do Tricolor para o Sport, pelo Campeonato Brasileiro.

Além da situação insustentável com torcedores, o agora ex-camisa 10 gremista poderia se tornar um investimento ruim para a próxima temporada, já que seu contrato possuía uma cláusula de renovação automática, caso fosse relacionado para vinte partidas pelo Grêmio. Contra o Leão, o jogador chegou ao seu 17º jogo. Com a meta atingida, Thiago Neves teria direito a mais R$ 2,5 milhões em luvas.

Na noite desta segunda-feira (14), o clube anunciou, por meio de uma nota oficial, a rescisão: “O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense informa ter realizado acordo de rescisão consensual em contrato de trabalho do atleta Thiago Neves com o Clube. O Grêmio agradece aos serviços prestados em sua  passagem pela instituição, desejando-lhe êxito e sorte na continuidade de sua vitoriosa carreira” publicou a assessoria de imprensa do Tricolor.

THIAGO NEVES JÁ TINHA NOVO DESTINO, MAS PRESSÃO DA TORCIDA FEZ DIRETORIA DESISTIR DE NEGOCIAÇÃO

E, logo após o anúncio, Thiago Neves já tinha um novo destino. De acordo com o jornalista Cadu Doné, da Rádio Itatiaia, o camisa 10 estava encaminhando seu acerto com o Atlético Mineiro, maior rival do Cruzeiro, clube onde o meia atuava antes de se transferir para o Grêmio. O jogador, inclusive, chegaria em Belo Horizonte na manhã desta terça-feira, para fazer exames e assinar com o Galo.

Mas, a informação logo se espalhou pelas redes sociais, e a recepção dos torcedores do clube mineiro não foi das melhores. Uma torcida organizada, inclusive, emitiu um comunicado em que afirmava que Thiago Neves não vestiria a camisa do Galo. Com a pressão insustentável da torcida, a diretoria do Atlético acabou voltando atrás e desistiu da contratação, que havia sido um pedido do treinador Jorge Sampaoli.