NotíciasCampeonato Brasileiro

Grêmio é derrotado pelo Atlético-MG por 3 a 1

Equipe sofreu com noite inspirada de Keno e da defesa do Galo

O Grêmio teve mais uma noite ruim no Campeonato Brasileiro. Desta vez, a equipe foi derrotada pelo Atlético-MG por 3 a 1, jogando fora de casa, e fica cada dia mais distante do pelotão de elite da competição.

A partida contra os líderes do Brasileirão foi equilibrada, mesmo com o Tricolor saindo em desvantagem logo no início do jogo. Mas, quem desequilibrou para o lado dos mineiros foi o atacante Keno, que acabou anotando um hat-trick, marcando os três gols da equipe no confronto.

Confira um resumo de como foi a partida.

PRIMEIRO TEMPO

Renato Portaluppi mandou um time misto para o confronto com o Galo, usando a maior parte dos reservas na defesa. A equipe de Jorge Sampaoli, com força máxima, se aproveitou, e começou o jogo ligada no 220. Com 1 minuto, Nathan ficou cara a cara com Paulo Victor, mas o goleiro gremista conseguiu evitar o gol. O alvinegro ainda teve dois escanteios em sequência, e depois o Grêmio respondeu, chegando com Isaque.

No entanto, a pressão inicial dos mineiros acabou resultado em gol. Savarino acionou Keno dentro da área, que driblou Paulo Miranda e chutou. Paulo Victor até defendeu, mas a bola já tinha passado da linha. O Atlético abre o placar no Mineirão: 1 a 0.

Mais uma vez, o Tricolor estava atrás no placar. E a equipe só começou a reagir dez minutos após o gol do Atlético. Aos 20, Robinho cruzou e Paulo Miranda desviou. Pepê estava livre para cabecear, mas jogou para fora. O Galo respondeu com Keno, após saída de bola errada dos gremistas. Savarino roubou a bola e cruzou para o camisa 11, que cabeceou nas mãos de Paulo Victor.

O domínio dos mineiros continuou durante toda a primeira etapa. Com 35, Savarino dominou e finalizou, após David Braz cortar um cruzamento, mas Diogo Barbosa conseguiu desviar. O Grêmio respondeu com Robinho, que cobrou falta com perigo, para a defesa de Everson. Por último, Diogo Barbosa foi ao ataque e arriscou com a perna direita, que não é a boa, para mais uma defesa do goleiro atleticano.

SEGUNDO TEMPO

O segundo tempo começou como o primeiro: forte pressão atleticana, e gol antes dos 10 minutos. Com apenas 5, Eduardo Sasha acionou Keno, que cortou Ferraz e chutou. A bola ainda desviou em David Braz e enganou Paulo Victor. O Galo amplia em casa: 2 a 0. 

A resposta do Tricolor, porém, foi rápida dessa vez. Quatro minutos após o segundo do Atlético, Robinho cobrou escanteio para a área. David Braz tentou desviar, mas a bola sobrou para Isaque, que teve só o trabalho de empurrar para as redes. O Grêmio desconta em Belo Horizonte: 2 a 1.

O Galo respondeu rapidamente com Sasha. O atacante recebeu de Savarino e tentou um lindo voleio, obrigando PV a fazer nova defesa. O Imortal respondeu em seguida, chegando pela direita. Ferraz cruzou na área, e a bola sobrou para Robinho, após dividida entre Matheus Henrique e Alonso. O meia chutou por cima do travessão atleticano.

O jogo ficou em um lá e cá entre os 10 e os 20 minutos. Com 16, Keno chegou na área com velocidade e cruzou para o meio, mas ninguém chegou para completar. Dois minutos depois, Ferraz acionou Pepê pelo lado esquerdo, e o atacante cruzou rasteiro para a área. Paulo Miranda se esticou, mas não conseguiu aproveitar.

Quem conseguiu foi Keno, novamente. Aos 20 minutos, o atacante recebeu belíssimo lançamento de Everson e levou a bola até a área, chutando de biquinho na saída de Paulo Victor, para marcar seu terceiro gol na partida, o terceiro do Galo no Mineirão: 3 a 1.

Após o terceiro gol atleticano, o Grêmio teve pouco poder de reação. Renato ainda tentou mexer na equipe, colocando Luiz Fernando e Ferreira para tornar o time mais ofensivo, mas o time não conseguiu levar mais perigo ao gol de Everson. Fim de jogo, novo revés do Tricolor no Brasileirão.

GRÊMIO TEM GRANDE DESAFIO PELA LIBERTADORES

Na próxima terça-feira (29), o Grêmio terá um grande desafio pela Libertadores. Jogando em casa, a equipe pega a Universidad Católica, do Chile, às 19h15. Se vencer, a equipe chegará na última rodada com a classificação para as oitavas-de-final encaminhada. O Tricolor divide a liderança do Grupo E com o Internacional, ambos com 7 pontos.

Fechar