NotíciasCampeonato Brasileiro

Renato fala sobre desfalques por conta de maratona de jogos: “É o preço que se paga”

Treinador escalou um time misto para o confronto com o Atlético Mineiro, em que saiu derrotado

A partida entre Atlético Mineiro e Grêmio colocou frente à frente duas equipes que vivem momentos opostos na temporada. Enquanto a primeira, comandada por Jorge Sampaoli, lidera o Brasileirão e tem a vantagem de descansar nos meios de semana, o time de Renato Portaluppi joga a cada três dias, sofrendo com desfalques, por conta da maratona de jogos.

No Mineirão, o treinador gremista levou um time alternativo, poupando titulares para a disputa de uma partida importante no meio de semana, quando enfrentará a Universidad Católica, pela Libertadores. Em entrevista coletiva após o confronto, Renato ressaltou que as equipes que não estão disputando outras competições, como o Galo, devem brigar pelo título, mas que ele prefere estar em várias disputas.

— Não tem desgaste, recupera, treina vários esquemas e sempre enfrenta equipe cansada. Ele, com a equipe descansada. As equipes que não estão disputando outras competições têm obrigação de brigar pelo título. Eu prefiro ter o desgaste e estar disputando todas as competições como o Grêmio está. É o preço que se paga. Por mais que o grupo seja grande, por melhor que seja, é sofrimento grande — afirmou.

Renato, mesmo assim, se disse satisfeito com a atuação do Grêmio. A equipe esteve atrás do placar durante todo o tempo, mas conseguiu impor uma certa pressão aos adversários. O treinador também reconheceu a boa atuação dos mineiros, que fizeram o gol para matar a partida quando tiveram a oportunidade.

— Infelizmente, não tivemos um bom primeiro tempo, recuamos demais e demos muito campo. Não fomos bem e pagamos pelos próprios erros. Conseguimos equilibrar as coisas. No momento que estávamos bem na partida, infelizmente tomamos o terceiro gol e foi uma ducha de água fria. Naquele momento, se encontrava melhor. Mas temos que dar os méritos para o adversário, jogamos com uma equipe diferente — completou.

No domingo e na segunda, Renato terá de preparar o time para o confronto pela Libertadores. A equipe já volta a campo na terça-feira, sem o tempo hábil para o descanso. Mas, o treinador terá os retornos dos titulares que não atuaram neste fim de semana.

Fechar