Notícias

Com um número de desfalques 260% maior após o retorno do futebol, Grêmio vê sequência de jogos como problema

Equipe teve perdas importantes, mas chefe do departamento vê números como normais

Desde que o Grêmio voltou a disputar partidas, no fim de julho, a equipe comandada por Renato Portaluppi vem sofrendo com desfalques importantes, que afetam diretamente na escalação do time em todas as competições.

Com um calendário apertado por conta da pandemia, o clube disputa três competições simultaneamente: o Brasileirão, que ocupa a décima terceira posição, a Libertadores, prioridade do Tricolor na temporada, e a Copa do Brasil, que começará para o time no próximo mês de outubro.

De acordo com o ge, desde o retorno do futebol, o Grêmio perdeu 15 jogadores por lesão ou pela Covid-19. Além disso, três jogadores foram para o departamento médico duas vezes, aumentando as baixas para 18. Esse número representa um aumento de 260% em relação ao período pré-paralisação, que teve apenas cinco baixas.

Mas, de acordo com o chefe do departamento médico do Grêmio, Richard Gurski, as perdas durante as competições estão dentro da normalidade. Com um calendário extenso, a possibilidade dos jogadores apresentarem lesões, principalmente musculares, cresce. Richard ainda afirmou que a situação do clube, dentro do contexto nacional, não é das piores.

– O número que tivemos na volta da pandemia está absolutamente dentro do normal. Temos que separar o caso do Cortez, que teve Covid, e o Thaciano, que teve trauma. A nossa realidade, também a nível Brasil, não é uma das piores. É difícil jogar quarta e domingo e os atletas não apresentarem, em dois meses de jogos intensos e na situação de quatro meses parados, dores musculares – afirmou.

De todos os que frequentaram o departamento médico, apenas Jean Pyerre, Maicon, Everton e Geromel ainda não retornaram. Todos eles, por enquanto, estão sem previsão de retorno. Mas, de acordo com o portal GauchaZH, Jean, Maicon e Geromel serão avaliados na tarde desta segunda-feira (28), para a comissão técnica saber se os três atletas possuem condições de jogo. O Grêmio terá uma partida importante nesta terça, quando enfrentará a Universidad Católica, pela Libertadores.

Fechar