NotíciasLibertadores

Renato afirma que mudança tática fez equipe melhorar no segundo tempo contra a Católica

Alteração no posicionamento do time fechou os espaços dos adversários

Mais uma vez, a equipe comandada por Renato Portaluppi fez uma boa partida na Libertadores. Jogando em casa, na noite desta terça-feira (29), o Tricolor bateu a Universidad Católica por 2 a 0, e se classificou para as oitavas de final da competição.

A vitória, no entanto, se tornou possível por uma mudança tática, feita no intervalo da partida. Na etapa inicial, o Grêmio sofreu para marcar os chilenos, que tiveram mais posse de bola durante os 45 minutos, mas ameaçaram pouco o goleiro Vanderlei. Na volta para o segundo tempo, Renato percebeu que a estratégia inicial não deu certo, e decidiu mudá-la, alterando as linhas de marcação da equipe. Com isso, o Tricolor chegou aos dois gols da vitória em menos de vinte minutos.

Em entrevista coletiva ao final da partida na Arena, o treinador falou sobre a mudança de estratégia. De acordo com treinador, recuar as linhas de marcação fez com que a Católica perdesse os espaços da etapa inicial, o que deu mais chances ao Grêmio de atacar. Além disso, o primeiro gol, logo no minuto inicial, deu tranquilidade a equipe.

— Estávamos um pouco perdidos, até porque encontramos uma equipe muito bem entrosada. Estávamos dando bote errado e deixando espaços, pela falta de entrosamento, mas é algo normal. Trouxe a equipe para trás, mudamos a maneira de jogar, a estratégia deu certo e não demos mais espaço. Foi fundamental até porque eles estavam jogando muito tranquilos nos primeiros 45 minutos. Não que tivessem chance, mas trocavam muito a bola no nosso campo. Fizemos o gol logo no inicio do segundo tempo e deu tranquilidade maior — afirmou Renato.

No começo da partida, o Grêmio começou marcando num 4-5-1, mas não estava havendo um bom encaixe com o ataque da Católica, gerando espaços entre as linhas. No intervalo, Renato mudou a marcação para um 4-1-4-1, com um homem à frente da zaga, o que fechou a porta para os chilenos. No ataque, os gremistas foram rápidos para matar a partida, contando também com elementos surpresas, como Rodrigues, zagueiro que marcou o segundo gol tricolor.

Fechar