Categorias
Blog do Ilgo

O 'efeito David' e o vírus que enfraquece o Grêmio no clássico

Será castigo? O Grêmio que tem desdenhado o Brasileirão com sua política exagerada de escalar times mistos, pode ir para o Grenal deste sábado, 17h, na Arena, com uma equipe muito descaracterizada. Bateu uma onda de coronavírus que afetou alguns jogadores importantes. Entre eles, Jean Pyerre e talvez Pepê.

Já tem gente maldosa espalhando que JP está bem e que só não joga porque ele e Renato não se bicam. O ano não tem sido bom para o jovem meia, que recentemente sofreu muito acompanhando a luta de seu pai pela vida, sem contar problemas musculares que o perseguem faz horas. Mas, para os antirenatistas, vale mais a versão que o fato.

Então, no Grenal do primeiro turno do nacional, Renato Portaluppi, que estava determinado a jogar com a força máxima disponível (Geromel e Kannemann já tinham confirmação da doença), agora busca formatar um time competitivo com o que for liberado pelo departamento médico.

Mais importante que o fato de atingir 11 jogos seguidos sem derrota e com apenas um gol sofrido (e ainda por cima contra), é que o clássico vale pontos para o Brasileirão, onde o Grêmio está mal e o Inter se esforça para continuar no topo.

Em caso de derrota, o Grêmio vai ficar colado à linha do rebaixamento, empurrado pelo rival, que, ao mesmo tempo, subirá na tabela. Um jogo de seis pontos, em que o rival estará completo e o Grêmio com desfalques importantes.

LAPIDAÇÃO

O aspecto positivo é que Renato já mostrou que sabe lidar com as dificuldades, buscando soluções para superar obstáculos. No caso, ele tem uma gurizada louca para entrar e mostrar serviço. São jovens que ele vem lançando aos poucos para que se ambientem, seguindo o cronograma vitorioso do Departamento de Lapidação de Talentos.

Por falar nisso, o clube acabou de fechar contrato com uma verdadeira joia, Elias, de 18 anos. O guri, que é de SP, foi destaque na Copa São Paulo, assinou até 2024, multa rescisória de 100 milhões de euros. Ele está inscrito na Libertadores.

EFEITO DAVID

O verbo ‘amassar’ empregado pelo colunista David Coimbra foi usado por Renato para motivar ainda mais seus jogadores no clássico da semana passada. O técnico mesmo admitiu isso em sua entrevista coletiva, evento no qual o técnico solta o verbo sem maior cerimônia.

David já sabia que isso aconteceria. Ajudou a botar uma pilha dos jogadores. Agora, ele faz o mesmo, desta para mexer com o brio colorado ao afirmar, em coluna de dois dias atrás, que o Grêmio irá ‘amassar’ o Inter no Grenal deste sábado.

Os gremistas não se preocupam, até acham graça. DAvid já ganhou fama de ser pé-frio em suas previsões.

Mas o time colorado estará mais motivado do que nunca. Como diria um velho conhecido: vai perder motivado.